Campanhas de Donald Trump e Joe Biden aumentam gastos

Arquivado em: América do Norte, Manchete, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 21 de agosto de 2020 as 10:33, por: CdB

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na eleição presidencial de novembro, Joe Biden, aumentaram os gastos de campanha em julho, de acordo com documentos apresentados na quinta-feira à Comissão Eleitoral Federal.

Por Redação, com Reuters – de Washigton 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na eleição presidencial de novembro, Joe Biden, aumentaram os gastos de campanha em julho, de acordo com documentos apresentados na quinta-feira à Comissão Eleitoral Federal.

Casa Branca, em Washington
Casa Branca, em Washington

Biden, que aceitou a indicação democrata na quinta-feira para desafiar Trump na eleição de 3 de novembro, gastou quase US$ 60 milhões, enquanto a campanha de reeleição do presidente desembolsou quase US$ 65 milhões.

Os documentos mostram o quão próxima se tornou a corrida por dinheiro entre Trump e o ex-vice-presidente dos EUA.

Trump, que começou a arrecadar fundos para sua campanha de reeleição poucos meses depois de assumir o cargo em 2017, tinha recursos cerca de duas vezes maiores do que Biden em abril, quando o democrata se tornou o candidato de fato de seu partido. Em julho, a campanha de Trump tinha cerca de 1US$ 21 milhões contra quase US$ 99 milhões de Biden.

Comunicados de cada campanha neste mês sugeriram que suas arrecadações totais eram aproximadamente equivalentes, também quando incluíam os recursos de seus partidos políticos e comitês políticos associados.

Biden planeja aumentar os gastos com publicidade nos próximos meses, e o confronto pode transformar a corrida presidencial na eleição norte-americana mais cara da história.

Gastos gerais

Em julho, Biden gastou mais de US$ 46 milhões em anúncios de televisão e outros meios de comunicação, revelaram os documentos divulgados na quinta-feira, para gastos gerais que estavam mais de 60% acima do nível de junho.

A campanha de Trump direcionou mais de US$ 44 milhões a anúncios em julho, com os gastos gerais aumentando cerca de um quarto em relação ao mês anterior.