Carrasco manda 7 jogadores do Uruguai para casa por deficiência técnica

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 4 de julho de 2003 as 14:06, por: CdB

O técnico da seleção do Uruguai, Juan Ramón Carrasco, perdeu a paciência com o baixo rendimento do time que está se preparando para disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006 e decidiu dispensar sete jogadores por deficiência técnica.

Irritado com o desempenho da equipe no jogo-treino contra o Bella Vista – da 1ª Divisão do país – o treinador interrompeu a partida no segundo tempo e mandou os jogadores de volta para casa “até um novo aviso”.

“Me dá asco ver a maneira como vocês estão jogando”, justificou o técnico.

Os sete jogadores desconvocados são os zagueiros Cono Aguiar, Curbelo, Martuciello, Pablo Melo e Bruno Silva e os meio-campistas Marcelo Broli e Carlos Diogo. Aguiar, Curbelo e Broli são jogadores do Fênix, time dirigido por Carrasco antes de assumir a seleção.

A seleção uruguaia conta hoje com 17 jogadores que atuam em equipes locais e 13 que estão em clubes no exterior. Deste grupo vai sair a equipe que enfrentará a Argentina em uma partida amistosa, no dia 16 de julho, na cidade de La Plata.