Casa 38: espaço de arte e educação é inaugurada no Rio

Arquivado em: Cultura, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de setembro de 2018 as 14:52, por: CdB

O espaço é pensado para que os bebês vivenciem experiências por meio de cores, toques, texturas, sabores, canções, ritmos, movimentos e outros materiais

Por Redação – do Rio de Janeiro

O Piquenique Sensorial é uma proposta de intervenção artística, coordenada pela arte-educadora Bia Jabor, onde o espaço é pensado para que os bebês vivenciem experiências por meio de cores, toques, texturas, sabores, canções, ritmos, movimentos e outros materiais que priorizam os estímulos sensoriais e sua percepção do mundo ao redor.

A Rainha Elisa Hugueney

A Rainha é uma performance de Andrea Jabor, coreógrafa e terapeuta, para interagir com os pequenos. Estas são algumas das atrações de abertura da “Casa 38”, estúdio que abre as portas neste sábado no Humaitá (Rua Miguel Pereira, 38). A programação vai das 9h às 13h, e inclui também o Parque do Martelo, lá em frente.

Aliás, no Parque do Martelo, às 11h30, o artista e educador Edi Heinz promove a atividade Horta no Parque. Heinz, irá propor uma ação para famílias que queiram conhecer a horta comunitária do parque e mexer na terra, arrumar canteiros e explorar sensorialmente os temperos e plantas do local. Através da relação com a terra e cultivo dos alimentos, as crianças e famílias passam a ter uma relação de afeto e cuidado com a natureza, meio ambiente e um senso de coletivo e pertencimento já que se trata de uma ação comunitária de benefício para própria comunidade que frequenta o parque.

Em caso de chuva, os eventos serão transferidos para domingo.que será declaro pela janela. Proposta inspirada no pensamento e obra do artista austríaco Friedensreich Hundertwasser (1928-2000) que juntou a arquitetura com a arte e transformou a maneira de viver e estar no mundo, integrando homem, urbanização, natureza e arte, criando ambientes de total harmonia e beleza. creditava que num prédio todo mundo deveria ter direito a uma janela própria e autêntica que demonstrasse a expressão de liberdade e originalidade do morador.

Para Andrea Jabor e Bia Jabor, a arte é indispensável ferramenta de educação, como demonstra o trabalho que desenvolvem há quase 25 anos e agora alicerça a Casa 38, espaço multidisciplinar que as duas irmãs inauguram no próximo sábado.

A Casa 38 concilia a experiência das artistas em suas respectivas áreas (movimento e arte-educação) com o objetivo de atender o público desde a primeira infância até a fase adulta. A programação de abertura da Casa 38 começa a céu aberto. Terá atrações para toda família a partir das 9h  na Casa 38 e em seguida no Parque do Martelo, destacando-se a performance “A Rainha”, de Andrea Jabor, recém-apresentada na Áustria, e o Piquenique Sensorial, uma parceria de Bia Jabor, Coletivo Camará com Andrea.

– Vamos celebrar nossa inauguração apresentando um pouco do que realizamos ao transitar entre arte e educação. Estaremos em permanente atividade no Parque do Martelo, área aonde vem se desenvolvendo várias iniciativas ambientais e culturais no Humaitá – explica Andrea Jabor. Coreógrafa e diretora, Andrea iniciou na última década um trabalho continuado com mães e bebês através da técnica do BMC “Body Mind Centering/Infant Developmental Movement Education”. Como artista, este ano foi indicada ao Prêmio Cesgranrio de Teatro na Categoria Especial pelo seu trabalho de preparação corporal na peça “Insetos”, da Cia dos Atores.

Os cursos

O arco de atividades da Casa 38 é abrangente, de mães, pais e bebês a profissionais que trabalham diretamente com crianças, passando por artistas formados ou em formação e também interessados na expressão artística como forma de crescimento pessoal.

Entre os cursos com inscrições abertas estão Yoga e Bolas (aula “body-mind”, que une as posturas da yoga, com os benefícios da bola terapêutica – bola suíça), Contato e Dança na Pista (oferece um treinamento intenso e lúdico para o corpo, através de uma aula prazerosa e dançante baseada no contato improvisação), Desenvolvimento do Movimento para Mães e Bebês (ensina quando e como estimular o bebê, e como encorajar mudanças ao longo do seu desenvolvimento), e Ateliê Arte é Educação, crianças de 6 a 10 anos (tem como foco a criação artística trabalhada em diversas linguagens, meios e materiais como meio de aprendizagem), Ateliê Arte e Natureza, para crianças de 3 a 5 anos.

Sobre as irmãs

Andrea Jabor (que é diretora da companhia Arquitetura do Movimento) constitui sua base na dança, expressão corporal e movimento em suas múltiplas facetas, coreografia, direção de movimento e preparação corporal de atores, performances, aulas de contato e improvisação, e mais recentemente através do trabalho desenvolvido com mães e bebês através da técnica do BMC “Body Mind Centering/Infant Developmental Movement Education”. Este ano foi indicada ao Prêmio Cesgranrio de Teatro na Categoria Especial pelo seu trabalho de preparação corporal na peça Insetos, da Cia dos Atores.

A artista, educadora e curadora educacional Bia Jabor atua com arte e educação em museus, além de responder pela idealização, implementação e gestão de projetos na área, educação infantil, programas de formação e consultorias. Hoje integra o coletivo Camará (Arte é Educação) que atua com práticas artísticas contemporâneas, acreditando no princípio de que arte é educação e na potência dos processos artísticos como processos de aprendizagem. 

O trabalho do coletivo teve início em 2008 com a concepção do Programa Arte é Educação, aplicado na Casa Daros, Rio de Janeiro, onde trabalhou como Gerente de Arte e Educação responsável pelas curadorias educativas das exposições, por toda a programação de arte e educação, e coordenação do Núcleo de Educação Infantil da instituição. Nesta época, conheceu a abordagem pedagógica de Reggio Emilia na Itália e a experiência pedagógica aeioTU (Colômbia), como já mencionado.

Serviço

Casa 38 – Rua Miguel Pereira, 38 – Humaitá.

Informações pelo Whatsapp (21) 98281-1545

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *