Casos de covid nos EUA atingem maior número em seis meses ao passar de 100 mil

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 5 de agosto de 2021 as 12:22, por: CdB

Os Estados Unidos atingiram o maior número de casos novos de covid-19 em seis meses ao passar de 100 mil infecções relatadas na quarta-feira, de acordo com uma contagem da agência inglesa de notícias Reuters, enquanto a variante Delta se alastra por áreas onde as pessoas não foram vacinadas.

Por Redação, com Reuters – de Washington

Os Estados Unidos atingiram o maior número de casos novos de covid-19 em seis meses ao passar de 100 mil infecções relatadas na quarta-feira, de acordo com uma contagem da agência inglesa de notícias Reuters, enquanto a variante Delta se alastra por áreas onde as pessoas não foram vacinadas.

Casos de covid-19 nos EUA atingem maior número em seis meses ao passar de 100 mil

O país registra uma média de sete dias de 94.819 casos, um aumento de cinco vezes em menos de um mês, mostraram dados da Reuters até quarta-feira. A média de sete dias fornece o quadro mais preciso do quão rápido os casos estão aumentando, já que alguns Estados só relatam infecções uma ou duas vezes por semana.

Variante Delta

Nas próximas semanas, os casos podem chegar a 200 mil por dia devido à variante Delta altamente contagiosa, disse o doutor Anthony Fauci, o principal especialista em doenças infecciosas dos EUA, ainda na quarta-feira.

– Se aparecer outra que tenha uma capacidade igualmente alta de se transmitir, mas que também seja muito mais grave, realmente podemos estar encrencados – disse Fauci em uma entrevista à empresa de notícias McClatchy. “As pessoas que não estão sendo vacinadas pensam equivocadamente que só se trata delas. Mas não se trata. Trata-se de todos os outros, também”.

Detectada primeiramente na Índia, a variante Delta responde por 83% de todos os casos novos nos EUA, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

As taxas de vacinação variam amplamente, de uma alta de 76% entre os moradores de Vermont que receberam uma primeira dose a uma baixa de 40% no Mississippi, e pesquisas mostram que os republicanos são muito menos propensos a se vacinar do que os democratas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code