Celso de Mello pede licença e fica distante de polêmica no STF

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 19 de agosto de 2020 as 15:09, por: CdB

O ministro submeteu-se a uma operação no quadril em janeiro e, dois meses depois, voltou a ser internado no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, com quadro de erisipela. A doença é crônica e não guarda qualquer relação com a pandemia do novo coronavírus.

Por Redação – de Brasília

Decano do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Celso de Mello pediu, nesta quarta-feira, licença médica por um tempo ainda não determinado, segundo informou à imprensa o gabinete do magistrado. No início deste mês, Mello passou por exames clínicos para saber da necessidade se passar por uma nova cirurgia.

O voto do ministro Celso Mello foi decisivo para a derrubada dos direitos trabalhistas
O voto do ministro Celso Mello seria decisivo para o julgamento do ex-ministro Sérgio Moro

O ministro submeteu-se a uma operação no quadril em janeiro e, dois meses depois, voltou a ser internado no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, com quadro de erisipela. A doença é crônica e não guarda qualquer relação com a pandemia do novo coronavírus ou com a cirurgia na cabeça do fêmur a que ele fora submetido.

Sérgio Moro

Celso de Mello recebeu alta e passou um período de licença médica. Depois do retorno, trabalhou inclusive nas férias de julho. Sua ausência nas sessões plenárias do STF pesa no julgamento de casos emblemáticos. Entre eles, o da suspeição do ex-juiz Sérgio Moro, denunciado pela defesa do ex-presidente Lula por ter sido, de acordo com os advogados, parcial no julgamento do processo do tríplex.

O decano integra a 2ª Turma do STF, que vai julgar o caso.