Chargista Lan morre aos 95 anos, em Petrópolis

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 5 de novembro de 2020 as 14:29, por: CdB

O jornalista e chargista italiano Lanfranco Aldo morreu nesta quinta-feira, aos 95 anos em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, em decorrência de uma pneumonia. O Hospital SMH Beneficência Portuguesa de Petrópolis lamentou e confirmou a morte do caricaturista.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

O jornalista e chargista italiano Lanfranco Aldo morreu nesta quinta-feira, aos 95 anos em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, em decorrência de uma pneumonia.

Malando carioca. Lan, como era conhecido, estava internado havia dois meses com pneumonia
Malando carioca. Lan, como era conhecido, estava internado havia dois meses com pneumonia

O Hospital SMH Beneficência Portuguesa de Petrópolis lamentou e confirmou a morte do caricaturista às 22h35 de quarta. Ele estava internado desde o dia 26 de setembro deste ano. Segundo a família, o sepultamento foi quinta-feira no Cemitério de Itaipava.

Lanfranco Aldo Ricardo Vaselli Cortelline Rossi, ou apenas Lan, como era conhecido, nasceu em Arezzo, na Toscana, em 1925, e atuou como jornalista gráfico na França, Uruguai e Argentina. Radicado no Brasil, ele passou a trabalhar no Última Hora, em 1952, à convite do jornalista Samuel Wainer.

O caricaturista

O caricaturista teve passagem pelo diário conservador carioca O Globo e Jornal do Brasil, onde produziu charges por 33 anos.

Apaixonado pelo samba e pela capital carioca, Lan se casou com Olívia Marinho, ex-passista da Portela, em 1960.

Quando completou 90 anos, o caricaturista ganhou homenagem da TV Câmara.