Chega a SP lote de insumos para fabricação da vacina CoronaVac

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 3 de dezembro de 2020 as 10:56, por: CdB

Para receber o medicamento, na manhã desta quinta-feira, o governador de São Paulo, João Doria, deslocou-se ao Aeroporto de Guarulhos. O lote inclui 600 litros de produto, do qual será possível criar até um milhão de doses para tratar paciente infectados pelo novo coronavírus.

Por Redação, com Sputnik – de São Paulo

Para receber o medicamento, na manhã desta quinta-feira, o governador de São Paulo, João Doria, deslocou-se ao Aeroporto de Guarulhos.

Chega a São Paulo lote de insumos para fabricação da vacina CoronaVac
Chega a São Paulo lote de insumos para fabricação da vacina CoronaVac

O lote inclui 600 litros de produto, do qual será possível criar até um milhão de doses para tratar paciente infectados pelo novo coronavírus.

O lote de insumos foi produzido pelo laboratório chinês Sinovac, em colaboração com o Instituto Butantan. Atualmente, a vacina está na fase final de testes e espera a luz verde da Anvisa.

Para receber a matéria-prima no aeroporto, além de João Doria, esteve o diretor do Instituo Butantan, Dimas Covas e o secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn.

– Viemos receber aqui mais um lote da vacina CoronaVac, da vacina do Butantan, a vacina que vai salvar a vida de milhões brasileiros. Hoje recebemos insumos para um milhão de doses da vacina. Somados aos 20 mil que já recebemos, agora temos um milhão e 120 mil doses da vacina – disse Doria.

Mais de 46 milhões de doses previstas

De acordo com o governador, até o início do próximo ano, o governo planeja receber mais de 46 milhões de doses previstas.

– Até o final deste mês de dezembro, estaremos aqui recebendo no Aeroporto de Guarulhos mais seis milhões de doses da vacina, totalizando sete milhões 120 mil doses da vacina – ressaltou.

– E no próximo mês de janeiro, até o dia 15 de janeiro, mais 40 milhões de doses da vacina. A vacina do Butantan, a vacina que salva vidas – concluiu governador.

Os insumos são o “material” necessário para completar a elaboração da vacina da CoronaVac no país. O Instituo Butantan será encarregado por concluir a fase final da fabricação da vacina, escreve G1.

Este já é o segundo fornecimento do laboratório chinês ao governo de São Paulo. Em meados de novembro, foram recebidas 120 mil doses de vacinas prontas.