Chuva forte alaga ruas do Rio, que entra em estado de atenção

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 2 de janeiro de 2021 as 16:49, por: CdB

A Cidade do Rio entrou em estágio de atenção às 10h45 da manhã em face do registro de chuva acima de 5 milímetros (mm) no período de 15 minutos no Jardim Botânico (15,6 mm), Sepetiba (9,4 mm) e Grota Funda (16,8 mm).

Por Redação – do Rio de Janeiro

Uma chuva forte chegou ao Rio de Janeiro, alagou ruas neste sábado e levou a Cidade ao estágio de atenção, segundo o Centro de Operações da Prefeitura. Carros tiveram de redobrar a cautela ao passar por ruas dos bairros do Jardim Botânico e da Gávea, por exemplo. Ruas próximas ao shopping Fashion Mall também tiveram pontos de alagamento. Na zona norte, as regiões mais atingidas eram as de Piedade e Madureira.

O gari da Comlurb tenta aliviar o volume de peso sobre os pontos de escoamento da água da chuva, no Jardim Botânico
O gari da Comlurb tenta aliviar o volume de peso sobre os pontos de escoamento da água da chuva, no Jardim Botânico

A Cidade do Rio entrou em estágio de atenção às 10h45 da manhã em face do registro de chuva acima de 5 milímetros (mm) no período de 15 minutos no Jardim Botânico (15,6 mm), Sepetiba (9,4 mm) e Grota Funda (16,8 mm). O estágio é o terceiro nível numa escala de cinco níveis e quer dizer que há ocorrências impactando o município e afetando a rotina de parte da população.

O Rio estava em estágio de mobilização por causa das condições meteorológicas desde 0h01 de 31 de dezembro de 2020. A temperatura máxima para hoje no Rio é de 29ºC. A expectativa do Centro de Operações para amanhã é que o tempo permaneça instável, com céu nublado a encoberto e previsão de chuva fraca a moderada.

Lixo nas ruas

Apesar da proibição para a queima de fogos e as aglomerações durante o réveillon, no Rio, o acúmulo de lixo nas ruas ficou pouco abaixo do esperado, segundo a Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb). Entre 31 de dezembro e 1° de janeiro, foram removidas 194 toneladas de resíduos, 39 delas apenas em Copacabana.

Apesar do alto volume, o lixo recolhido representa uma redução de aproximadamente 75% do total – 762 toneladas, em 2020; e 89% em Copacabana – 351 toneladas, em 2020, em relação ao ano passado.

Contando com possíveis transgressões às determinações municipais para a não realização de festas que gerassem aglomerações, a Comlurb montou um esquema de limpeza especial em alguns pontos da cidade. A operação foi planejada para todos os pontos tradicionais do réveillon carioca, do Leme ao Pontal, além do Piscinão de Ramos, começando às 22h do dia 31 e finalizando por volta de 8h, na sexta-feira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code