Chuva forte provoca alagamentos e queda de árvores no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 31 de janeiro de 2020 as 11:53, por: CdB

Um temporal com forte chuva e ventania provocou alagamentos e quedas de árvores na quinta-feira à noite, na cidade do Rio de Janeiro.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Um temporal com forte chuva e ventania provocou alagamentos e quedas de árvores na quinta-feira à noite, na cidade do Rio de Janeiro. Entre as áreas mais afetadas estão a Tijuca e a região central.

Um temporal com forte chuva e ventania provocou alagamentos e quedas de árvores
Um temporal com forte chuva e ventania provocou alagamentos e quedas de árvores

Na Tijuca, várias vias ficaram bloqueadas com quedas de árvores, como as ruas Professor Eurico Rabelo e Ribeiro Guimarães. Essa última continua fechada, na esquina com a Rua Maxwell.

A prefeitura chegou a entrar, na noite anterior, em estágio de atenção, o patamar intermediário em um sistema de cinco estágios. No primeiro minuto do dia desta sexta-feira, o município retornou ao estágio de mobilização.

Estágio de atenção

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que o município mudou o estágio de mobilização, que entrou em vigor às 18h55, para o estágio de atenção, devido à chuva forte que atinge a cidade. O alerta foi acionado às 20h05, devido à intensificação da chuva sobre o Rio, que está com intensidade de forte a muito forte em várias regiões.

Neste momento, a chuva ganhou força sobre a Zona Norte e os núcleos de chuva estão parados (sem se deslocar) sobre a Zona Norte, o centro e em alguns pontos da Zona Oeste. Além da chuva, estão acontecendo rajadas de vento moderadas a fortes (18,5 km/h até 76 km/h) e raios.

O estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências impactam o município, afetando a rotina de parte da população. Às 18h55, a cidade entrou em estágio de mobilização, o que significa que poderia chover forte nas horas seguintes.

De acordo com a prefeitura, nas próximas três horas, a chuva forte deve provocar impactos na mobilidade urbana, devido à realização de dois jogos de futebol, um no Estádio Nilton Santos, onde o Botafogo enfrente o Resende, com partida iniciada às 19h15 e outro no Estádio São Januário, entre o Vasco da Gama e a Cabofriense, marcado para as 21h30.

Núcleos de chuva forte atuaram na Baía de Sepetiba e atingiram a Zona Oeste da cidade. Núcleos de chuva forte também atingem à Zona Norte e o Centro da cidade.

O Sistema Alerta Rio registrou na última hora, rajada de vento forte na Base Aérea de Santa Cruz, com 55,6 km/h. A chuva forte veio acompanhada de raios e rajadas moderadas a fortes de vento, entre 18,5 km/h até 76 km/h. Nos bairros de Laranjeiras, Botafogo e Flamengo, na Zona Sul, várias ruas estão alagadas. Nos bairros da Tijuca, Méier e São Cristóvão, na Zona Norte, também chove forte e várias ruas também estão alagadas. As linhas 1, 2 e 3 do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que circulam na região do centro, estão fora de operação por conta dos trechos alagados ao longo da via.

Na Avenida Mem de Sá, no tradicional bairro da Lapa, uma árvore caiu e atingiu dois táxis que passavam na hora. A rua está totalmente interditada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *