Cientista nuclear é assassinado no Irã

Arquivado em: Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 27 de novembro de 2020 as 12:11, por: CdB

A Organização de Energia Atômica do Irã rejeitou os relatos sobre o assassinato de um físico nuclear no país, declarou a agência ISNA nesta sexta-feira. Logo após a divulgação de relatos, o porta-voz da Organização de Energia Atômica afirmou que todos os cientistas da indústria nuclear do país estão seguros.

Por Redação, com Sputnik – de Teerã

A Organização de Energia Atômica do Irã rejeitou os relatos sobre o assassinato de um físico nuclear no país, declarou a agência ISNA nesta sexta-feira.

Cientista nuclear de grande importância é assassinado no Irã
Cientista nuclear de grande importância é assassinado no Irã

Logo após a divulgação de relatos sobre o assassinato, o porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã afirmou que todos os cientistas da indústria nuclear do país estão seguros.

Físico nuclear iraniano

Anteriormente, à agência Rajanews informou que um físico nuclear iraniano de grande importância, Mohsen Fakhrizadeh, foi assassinado na região de Damavand. De acordo com esta mídia, as tentativas médicas de salvar o cientista não tiveram sucesso.

Segundo à agência inglesa de notícias Reuters, citada pela mídia estatal iraniana, o físico morreu no hospital em que recebeu socorro após o ataque.

Usuários das mídias sociais no Irã compartilharam fotos e vídeos da alegada cena do assassinato, afirmando que escutaram uma explosão e avistaram fogo na área.

Comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã (IRGC, na sigla em inglês), Hossein Salami, condenou em seu Twitter o assassinato de cientistas nucleares, que ele acredita terem ocorrido para impedir o Irã de ter acesso à ciência moderna.