Cinco formas de investir em saúde mental 

Arquivado em: Saúde, Vida & Estilo
Publicado quarta-feira, 8 de setembro de 2021 as 22:12, por: CdB

As formas de investir em saúde mental são muitas, inclusive, ela pode ser realizada como prevenção de transtornos como a depressão, a ansiedade, estresse, dependência química, síndrome do pânico, entre outras.

Ao depor para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, o médico e ex-ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta definiu o momento de pós-pandemia, como a “pandemia da saúde mental” e alertou as autoridades do perigo iminente para o surto de doenças do cunho psicológicos e psiquiátricos que possivelmente pode acometer boa parte da população brasileira.

Cinco formas de investir em saúde mental
Imagem: Pexels

Não é fácil descartar que o isolamento social tem o seu papel negativamente importante para a saúde mental de pessoas de todas as faixas etárias, incluindo jovens e crianças. Entretanto, mesmo antes do coronavírus chegar, em 2018, mais especificamente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia alertado para o crescimento repentino no número de pessoas diagnosticadas com depressão, e definiu a doença como a mais “incapacitante do planeta”.

Há uma crescente na busca de melhor qualidade de vida. A medicina vem despontando para um novo modelo de se fazer patologia, em que a prevenção está mais em alta se comparada com a remediação.

A Medicina do estilo de vida, que está atrelada à saúde mental e física, finca os pés no conceito de que todo o nosso corpo está interligado, sendo assim, não há como existir saúde física sem que a mental esteja em dia.

Já que a própria ciência está indicando que devemos tentar prevenir, ao máximo, as doenças, sejam elas físicas e mentais, quem somos nós para contrariamos. Pensando nisso, separamos algumas dicas para investir na saúde mental , veja!

Como investir em saúde mental?

Os investimentos na saúde mental podem ser realizados tanto financeiramente, como através de algumas pequenas atitudes e hábitos que são capazes de nos transformar aos poucos. 

Contato com a natureza

O contato com a natureza é muito benéfico para o ser humano, por isso é importante que ele sinta, toque e veja frequentemente essas belezas que estão aí, em diversos lugares, disponíveis para todos.

O agito da vida urbana pode fazer com que os indivíduos procurem menos ou tenham menos tempo para contatar a natureza, este é um erro que pode ter consequências em curto ou longo prazo.

Ninguém precisa virar um “bicho-grilo” e se isolar no campo, embora isso seja maravilhoso, mas uma arvorezinha aqui, uma flor lá e um animalzinho ali, podem contribuir no controle mental.

A natureza é inerente ao ser humano. Além de fornecer alimentos e elementos básicos para a sobrevivência das pessoas, é ótima fonte de inspiração, espiritualidade, renovação e, sobretudo, esperança. E o que seria do ser humano se não fosse a esperança em dias melhores?

Como ter contato com a natureza vivendo em área urbana?

– Acordar de manhã e ficar 15 minutos ao Sol além de renovar as forças ajuda a calcificar os ossos, mas vale lembrar que o uso do protetor solar é importante e que ele deve ser evitado entre as 10h e 16h.
– Cultive em casa ou apartamento. Cultivar algumas pequenas plantas em casa é muito bom, pois além de se criar laços com as mesmas, você terá constante contato com um pedacinho de natureza.
– Ter animais de estimação é importante.
– Visitar os parques, zoológicos ou áreas verdes da cidade ajuda a manter a mente no lugar.
– Entrou de férias? Não hesite em dar um tempo na cidade e procurar uma cachoeira, praia, rancho, chácara, enfim qualquer lugar com bastante mato. 

Terapia

Os tabus não servem para nada a não ser para atrasar a vida das pessoas. Por isso, comece a pensar na terapia como uma maneira de sobreviver em um mundo repleto de padrões, pressões, desigualdades e injustiças, pois foi assim que as gerações anteriores às nossas construíram a sociedade e toda essa carga emocional caí sobre nós até os dias atuais.

Terapia com um profissional não é coisa para loucos, pelo contrário, é uma maneira de se reconectar consigo mesmo, compreender seus processos, traumas, a fim de encontrar uma cura, que é mais prolongada, porém eficaz do ponto de vista da ciência mental. 

As terapias geralmente são realizadas em consultórios particulares, entretanto no Sistema Único de Saúde (SUS) é possível fazer grupal. 

Relacionamentos

Os relacionamentos familiares, de amizade e amorosos não precisam ser conflituosos o tempo todo, embora as músicas, filmes, novelas romantizam e embalam esse caos. Inclusive, as pessoas que escolhemos para o nosso convívio estão intimamente ligadas a nossa saúde mental.

Uma pessoa tóxica, que só diz coisas negativas ao seu respeito, que só te joga para baixo o tempo todo não irá promover saúde emocional alguma, pois esta está doente e necessita também de ajuda, muitas vezes até profissional, todavia durante esse “percurso” ela pode “esparramar” sua infelicidade ou descontentamento quanto à vida em quem estiver próximo, no caso você.
Pessoas infelizes não suportam ver a felicidade alheia e podem fazer de tudo para miná-la. 

A dica aqui é dialogar e instruir essa pessoa a buscar auxílio profissional, se disponibilizar para ajudar no que for possível, mas manter tais relacionamentos abusivos não.

Dependendo do nível de toxidade, um relacionamento pode ser nocivo para uma pessoa que está emocionalmente frágil , desencadeando transtornos que poderiam ser evitados com o simples afastamento. 

Atividades físicas e alimentação

Por mais clichê que pareça, a atividade física frequente, por pelo menos cinco vezes na semana associada a uma boa alimentação são atos potencialmente positivos para a saúde de qualquer pessoa.

Através da alimentação conseguimos limpar nosso corpo ou até mesmo acelerar o metabolismo. Já as atividades físicas ficam por conta de saciar necessidades que muitas vezes canalizamos para relacionamentos ou descontam na comida, a liberação da endorfina é uma delas. 

Lazer

Use os finais de semana para fazer as atividades que você mais gosta, pois este é o melhor momento para relaxar sem culpa e sem obrigações a cumprir. Inclusive, nesses dois santos dias, sábado e domingo, você pode enfiar o “pé na jaca” sem se preocupar, afinal já fez o dever de casa durante a semana.

Investir em saúde mental não é deixar de viver, tudo em excesso faz mal, ninguém é perfeito ou 100% correto. Se gosta de tomar uma cervejinha, tome, gosta de um doce, coma, prefere jogar em uma Loteria Federal, jogue, faça o que te dê alegria e traga diversão, sempre se lembrando de voltar para a rotina saudável ao longo da semana. 

Avanços da psicologia

As preocupações tangíveis à psicologia são tão grandes que já se fala sobre e “Psicologia do futuro”, termo usado para definir que daqui em diante a psicologia vai contar com o reforço da tecnologia para seu aprimoramento, em que será possível acessar imagens mais precisas do cérebro no sentido psicológicos (técnica das neuroimagens), identificação de fatos genéticos e a farmacologia.

Estudiosos também estão investindo na matemática como auxílio para compreender questões relacionadas ao cérebro, logo podemos definir que a associação de disciplinas, ou melhor, interdisciplinar será uma tendência. 

Psiquiatria

Muitas vezes um problema de saúde mental pode estar associado a problemas químicos do cérebro. Por isso, ao primeiro sinal deve-se procurar não apenas um psicólogo como também um psiquiatra que é o profissional ideal para receitar medicamentos, seguindo a necessidade de cada pessoa. 

Endocrinologia e saúde mental

Transtornos mentais também podem ter ligação com alguma disfunção hormonal, falta ou excesso. É necessário realizar exames para apurar todas as áreas do corpo. Pois cansados constantes que podem parecer depressão, muitas vezes é  apenas uma queda hormonal. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code