Cingapura designa ‘área especial’ para cúpula entre Trump e Kim

Arquivado em: América do Norte, Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 4 de junho de 2018 as 12:59, por: CdB

Na zona delimitada, onde haverá fortes medidas de segurança, está localizado o hotel Shangri-la, um dos lugares ventilados pela mídia para o encontro entre Trump e Kim

Por Redação, com EFE – de Bangcoc:

As autoridades de Cingapura designaram uma zona do centro da cidade-estado como “área especial” para a cúpula do dia 12 de junho entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, divulgaram nesta segunda-feira os veículos de imprensa locais.

o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un

O jornal oficial do Governo de Cingapura publicou no domingo uma ordem pública para anunciar a medida; que será efetiva entre os dias 10 e 14, e afeta uma área do núcleo urbano.

Na zona delimitada, onde haverá fortes medidas de segurança, está localizado o hotel Shangri-la; um dos lugares ventilados pela mídia para o encontro entre Trump e Kim.

Na área cotada também estão outras redes hoteleiras como Hilton e Four Season; além de vários shoppings e pelo menos cinco estações do sistema de metrô.

As autoridades, no entanto, ainda não anunciaram o local da reunião prevista para terça-feira da próxima semana.

EUA e Coreia do Norte

A “área especial” também será palco de possíveis reuniões entre os representantes dos EUA e da Coreia do Norte; e de “qualquer atividade prévia e eventos sociais relacionados com a cúpula”.

A reunião entre Trump e Kim será a primeira entre líderes dos dois países; após quase 70 anos de confrontos iniciados com a Guerra da Coreia (1950-1953) e de 25 anos de negociações fracassadas e tensões por conta do programa atômico norte-coreano.

Pyongyang e Washington

Delegações de Coreia do Norte e Estados Unidos se reuniram nesta segunda-feira pelo terceiro dia consecutivo na fronteira intercoreana; para avançar na preparação da agenda da cúpula entre os líderes de ambos os países.

As comitivas americana e norte-coreana tiveram um encontro no mesmo lugar da fronteira; o que representa sua quinta rodada de diálogo após as realizadas em domingo; sábado e quarta-feira da semana anterior e no dia 27 de maio, segundo informou a agência sul-coreana de notícias “Yonhap”.

A equipe dos EUA é comandada por Sung Kim, que foi delegado de Washington nas conversas sobre o programa nuclear de Pyongyang da década passada; enquanto à frente da representação norte-coreana está a vice-chanceler, Choe san-hui, também muito experiente nas negociações nucleares com os EUA.

Por enquanto nada foi divulgado sobre a reunião, realizada mais uma vez em meio a um alto sigilo, embora se espere que sirva para aproximar posturas entre ambos os países sobre como será o processo de desnuclearização ao que Pyongyang se comprometeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *