Ciro ganha dois minutos no programa de Serra

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado domingo, 8 de setembro de 2002 as 09:54, por: CdB

O candidato da Frente Trabalhista à Presidência da República, Ciro Gomes, conseguiu do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) neste sábado o direito de resposta, pelo tempo de dois minutos, no programa de seu rival José Serra no horário gratuito na televisão, por causa de comparações com o ex-presidente Fernando Collor de Mello.

O ministro substituto do TSE José Gerardo Grossi considerou procedentes as representações feitas pela Frente Trabalhista, segundo as quais a imagem de Ciro foi denegrida no programa de Serra, durante a exibição de uma foto-montagem distorcida.

Na inserção, as imagens de Ciro e Collor apareciam sobrepostas.

Grossi também determinou que a Coligação Grande Aliança, de Serra, pare de veicular em seus programas os trechos em que são feitas comparações entre Ciro e Collor.

Em contrapartida, também neste sábado, um outro ministro substituto do TSE, Caputo Bastos, concedeu ao Serra o tempo de um minuto de direito de resposta no programa de Ciro.

Bastos reconheceu um recurso dos representantes de Serra, que alegavam que, ao transmitir um trecho do debate promovido na última segunda-feira pela TV Record entre os presidenciáveis, o programa de Ciro no horário eleitoral ridicularizou o ex-ministro da Saúde.

Segundo a Grande Aliança, as imagens foram reunidas e editadas de modo que o eleitor tivesse a impressão de que o jornalista Boris Casoy, mediador do debate, teria passado uma descompostura em Serra.

A decisão do TSE favorável a Ciro acontece um dia após a Frente Trabalhista ter promovido uma manifestação em frente à sede do tribunal, em Brasília, em protesto contra supostos favorecimentos a Serra nos recursos impetrados pelos candidatos.

Até sexta-feira, o candidato do governo já havia ganhado seis ações contra Ciro.