Ciro não acredita em união da centro-esquerda já no primeiro turno

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sábado, 28 de julho de 2018 as 17:13, por: CdB

“Se for correto o senso comum que a lei da ficha limpa vai prevalecer, o que está se promovendo é um grande teatro para comover o povo brasileiro”, afirmou Ciro Gomes, acerca da candidatura de Lula.

 

Por Redação – de São Paulo

 

Presente a mais um debate entre presidenciáveis na capital paulista, neste sábado, o candidato Ciro Gomes, do PDT, afirmou que a unidade do campo progressista, que reúne partidos da centro-esquerda, somente ocorrerá no segundo turno. Gomes também questionou a estratégia do PT de levar adiante a candidatura do ex-presidente Lula.

— Penso que a estratégia do PT não respeita o momento grave que a população brasileira está passando. Se for correto o senso comum que a lei da ficha limpa vai prevalecer, o que está se promovendo é um grande teatro para comover o povo brasileiro e lá na véspera da eleição, o Lula eleger outro presidente por procuração. E o Brasil aguenta outro presidente por procuração? — questiona.

Ciro Gomes tenta obter o apoio dos governadores petistas
Ciro Gomes tenta obter o apoio dos governadores petistas

Ciro também tentou corrigir um “mal entendido” ocorrido quando disse ser “antagônico” a Lula.

— Quando digo que sou antagônico a Lula, não é que sou adversário, é que ele é candidato e eu também sou — argumenta.

Lula livre

Ciro Gomes também voltou a criticar os abusos do Ministério Público, como no caso do power point usado por Deltan Dallagnol contra o líder petista.

— O que eu condeno são os abusos. O procurador não pode chamar a imprensa e fazer uma execração publica de algo que está sob judice através de um power point como foi feito. Aquele domingo com seis decisões judiciais foi uma baderna, é anarquia. O que disse que é que, se for eleito chefe do Estado Brasileiro, vou, em conjunto com o Judiciário, devolver cada poder ao seu talante — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *