Ciro recebe apoio de setores da esquerda, em momento decisivo

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 8 de maio de 2018 as 15:43, por: CdB

Um mês após a prisão de Lula, aliados pressionam o ex-presidente a escolher um sucessor para as eleições.

 

Por Redação – de Porto Alegre

 

Presidenciável do PCdoB, a deputada Manuela D’Ávila (RS) divulgou nota, nesta terça-feira, com o improvável apoio à presença do ex-governador Ciro Gomes (PDT) no arco das esquerdas. Trata-se de uma surpreendente resposta a mais às declarações da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (RS), uma de suas principais simpatizantes, na legenda.

Manuela D’Avila estrutura equipe de campanha
Manuela D’Avila defende a tese de Flávio Dino, de apoio à candidatura de Ciro Gomes

D’Ávila reforçou o discurso do governador do Maranhão e correligionário Flávio Dino. Ele disse, em entrevista a um dos diários conservadores paulistanos que o ideal seria um ato dos partidos de esquerda; que abrissem mão de seus candidatos para apoiar Ciro Gomes (PDT) ao Planalto.

Na nota, Manuela diz que Dino fez um “chamado à razão” e que ela está “aberta” a construir uma saída para a crise atual de maneira que “una o conjunto da esquerda”.

Desafios

No informe, a presidenciável ainda criticou o PT por atacar Ciro de maneira “desnecessária”.
Abaixo, comentário de Manuela D’Ávila:

“O mais importante da declaração do Flávio Dino é o chamado à razão, ao diálogo. Ele falou isso depois de uma semana na qual PT e Ciro se atacaram de forma desnecessária, digo isso fraternalmente.

E diria mais: nossas diferenças são pequenas diante dos desafios do nosso país e de nosso campo. Estou aberta – e todos deveriam estar também – para a construção de uma saída que una o conjunto da esquerda.

Boa vontade

Eu e meu partido pensamos no Brasil em primeiro lugar; a luta pela unidade popular é a marca da nossa história de 96 anos.

Eu estou me esforçando muito nesse sentido. Se não der certo, podem ter certeza, não terá sido por falta de iniciativa e boa vontade de nossa parte”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *