Ciro se volta contra Lula, de novo, e tenta um acordo à direita

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 17 de maio de 2021 as 15:49, por: CdB

Gomes afirma que seu objetivo será o de superar Jair Bolsonaro para disputar o segundo turno com o ex-presidente. Na entrevista, ele também reforçou sua aliança com ACM Neto, presidente do DEM, um dos principais partidos da direita brasileira.

Por Redação – de São Paulo

O presidenciável Ciro Gomes (PDT), com apenas 6% na mais recente pesquisa Datafolha, contra 41% do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e 23% de Jair Bolsonaro (sem partido), tem se preocupado mais em atacar o líder petista, em lugar do atual governante de extrema-direita. Foi o que ele voltou a fazer nesta segunda-feira, em entrevista publicada no jornal especializado Valor Econômico.

Ciro falou aos eleitores em entrevista à Rede Globo, durante o jornal da noite
Ciro garante ser o candidato mais adequado para resolver a crise econômico-política brasileira

— Vou pra cima de Lula, maior corruptor da história brasileira — anunciou.

Na Bahia

Gomes afirma que seu objetivo será o de superar Jair Bolsonaro para disputar o segundo turno com o ex-presidente. Na entrevista, ele também reforçou sua aliança com ACM Neto, presidente do DEM, um dos principais partidos da direita brasileira.

— O nosso candidato na Bahia é ACM Neto (DEM) e postulamos participar da chapa — adiantou. 

Na Bahia, portanto, Ciro tentará quebrar uma hegemonia de quatro governos progressistas consecutivos do PT, com Jaques Wagner e Rui Costa.

Santana

O ex-governador cearense voltou ao assumir um discurso cada vez mais próximo ao da extrema-direita e distorceu os fatos ao diagnosticar o quadro econômico do país.

— Quem arrebentou a economia brasileira, as contas do país foi o Lula, o lulopetismo — apontou.

Na realidade, nos governos petistas, a dívida interna foi reduzida e o Brasil acumulou recordes de reservas internacionais. O pedetista também defendeu a contratação do marqueteiro João Santana, que foi processado na Lava Jato e fez acordo de delação premiada.

— Ele é o melhor do mundo. Em nove campanhas presidenciais que fez, venceu oito — resumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code