Ciro xinga petistas e diz que esquerda foi ‘humilhantemente’ derrotada

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 as 15:55, por: CdB

“Ele aceitou os recursos. Eu avisei se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo”, disse Ciro Gomes.

 

Por Redação – de Salvador

 

Candidato do PDT derrotado nas últimas eleições presidenciais, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes se irritou com um militante do PT que o acusou de ser corrupto. Em resposta, Ciro o chamou de “babaca”. O enfrentamento ocorreu na manhã desta quinta-feira, durante a Bienal da UNE, na capital soteropolitana.

Ciro foi um dos oradores convidados para o encontro da UNE, em Salvador
Ciro foi um dos oradores convidados para o encontro da UNE, em Salvador

— O Lula tá preso, ô babaca — gritou Ciro, por duas vezes.

Corrupção

O líder pedetista, aos gritos, respondeu aos estudantes que gritavam “Lula livre!”:

— Eu não sou corrupto. Eu tô solto! É o Lula que está preso, babaca! O Lula tá preso, ô babaca! Provocou, vai ouvir.

Logo em seguida, no entanto, Ciro disse ser amigo de Lula.

— O jovem no bar é obrigado a defender corrupção, aparelhamento do Estado, formação de quadrilha. Isso não é para vocês. Vocês não têm nada a ver com isso — afirmou.

Derrota

Ciro ainda tentou amenizar as críticas ao líder petista, preso há mais de 300 dias, em Curitiba.

— Ele aceitou os recursos. Desculpa, não sou eu que condenei o Lula. Não está na minha mão liberar Lula. Eu avisei se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo. Avisei na campanha. Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotados que fomos… Companheiros, nós fomos humilhantemente derrotados pro essa estratégia. Insistir nela afunda o Brasil — afirmou.

O músico e ex-ministro Gilberto Gil, homenageado do evento, foi a atração principal da abertura do evento, nesta quarta-feira, às 22h, no Teatro Castro Alves. Os candidatos à eleição presidencial de 2018, Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulous (PSOL), Sonia Guajajara (PSOL) e Manuela D’Ávila (PCdoB) compareceram aos debates que aconteceram nesta manhã. O governador do Maranhão, ex-juiz Flávio Dino (PCdoB) e o senador Jaques Wagner (PT) também participam.

A 11ª Bienal da União Nacional dos Estudantes começou na véspera e termina no domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *