Colisão entre trens deixa mortos e feridos no Egito

Arquivado em: África, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de março de 2021 as 10:26, por: CdB

Dois trens de passageiros colidiram no sul do Egito nesta sexta-feira, causando fatalidades, reportam as autoridades de segurança locais. De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde egípcio, como resultado da colisão, 32 pessoas morreram e 84 ficaram feridas.

Por Redação, com Sputnik – do Cairo

Dois trens de passageiros colidiram no sul do Egito nesta sexta-feira, causando fatalidades, reportam as autoridades de segurança locais.

Dois trens de passageiros colidiram no sul do Egito

De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde egípcio, como resultado da colisão, 32 pessoas morreram e 84 ficaram feridas.

As imagens do local, captadas por testemunhas oculares, revelam a destruição causada pelo impacto da colisão na cidade de Tahta, na província de Soague, que fica a cerca de 460 quilômetros ao sul do Cairo.

A ministra da Saúde do Egito, Hala Zayed, está se dirigindo ao local do acidente para conferir a condição das vítimas da colisão.

Khalid Mujahid, porta-voz do Ministério da Saúde do Egito, afirmou que logo após o acidente foram enviadas 36 ambulâncias para transportarem os feridos aos hospitais

Mujahid destacou que o Ministério formou em Soague um departamento de assistência emergencial para monitorar as consequências do acidente, prestar auxílio médico, fornecer equipamentos, assim como a chegada de equipes médicas para auxiliarem no momento.

Freios de emergência

Segundo à agência inglesa de notícias Reuters, a Autoridade Ferroviária egípcia informou que o incidente teve em sua origem o acionamento dos freios de emergência por indivíduos cuja identidade ainda é desconhecida, resultando na paragem do primeiro trem que, em seguida, colidiu com o segundo.

Não é a primeira vez que um acidente de tal natureza acontece no país. Na verdade, nos últimos anos, o Egito vem sendo fustigado por vários acidentes ferroviários, sendo que as principais causas de tamanhas ocorrências são as más condições de infraestrutura e a manutenção precária da mesma.

Um dos acidentes de trem mais fatais ocorridos no país aconteceu no ano de 2002, quando um acidente resultou em um grande incêndio que ceifou a vida de cerca de 373 pessoas. Desde então, os incidentes nas linhas de trem vêm se tornando recorrentes. Para se ter uma melhor noção da gravidade da falta de segurança das linhas ferroviárias egípcias, só em 2017, o Egito teve 1.793 acidentes de trem, de acordo com números oficiais.