Combate entre milícias na Somália mata pelo menos oito pessoas

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 25 de novembro de 2003 as 10:26, por: CdB

Pelo menos oito pessoas morreram e outras dez ficaram feridas nos combates registrados nesta terça-feira, no porto de Marka, seis quilômetros ao sul de Mogadíscio, capital da Somália, informou a rádio queniana.

Dois clãs lutam pelo controle de Marka para cobrar “impostos” de vários comerciantes pela exportação a países árabes de uma importante carga de bananas, acrescentou a fonte.

Testemunhas disseram que após várias horas de combates, os dois grupos deixaram o porto para se enfrentarem em posições de retaguarda na espera de novos reforços.

Durante o conflito, os dois bandos, segundo as mesmas testemunhas, utilizaram armas automáticas semipesadas.

As rivalidades entre clãs na Somália ocorrem diariamente pela disputa de territórios ou pelo direito da cobrança de “impostos” que impõem à população civil.

A anarquia reinante na Somália, país sem lei, impera desde depois que o presidente Mohamed Siad Barre foi derrubado em 1991, quando os chamados “senhores da guerra” tomaram o controle das diferentes parcelas em que dividiram o país, criando feudos que são defendidos por milícias armadas.

Até o momento, todas as tentativas internacionais de criar uma nova autoridade central fracassaram e só existe um governo de transição, criado no ano 2000, cujo poder não se estende além dos limites de Mogadíscio