Começam últimos pagamentos do ano para o Bolsa Família

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sábado, 22 de dezembro de 2018 as 11:39, por: CdB
Para fazer os saques, basta que o beneficiado leve seu Cartão Cidadão com documento pessoal a qualquer casa lotérica ou agência da Caixa Econômica.

Da Redação

Os beneficiários do Bolsa Família começam a receber os últimos pagamentos de 2018 nesta sexta-feira (21/12). De acordo com o calendário, as famílias que possuem benefício com final 0, já podem sacar o dinheiro do mês de dezembro.

Para fazer os saques, basta que o beneficiado leve seu Cartão Cidadão com documento pessoal a qualquer casa lotérica ou agência da Caixa Econômica. É fundamental que os beneficiários tenham atenção às datas de depósito: no dia 19 de novembro, os pagamentos são para aqueles cujo Número de Identificação Social termina em 1; no dia 30 de novembro, os depósitos serão para quem tem o NIS terminado em 0.

A totalidade das datas é apresentada no site da CEF: http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/bolsa-familia/paginas/default.aspx; é só clicar em “Calendário”.

Se o beneficiário não fizer o saque até 30 de novembro, terá mais 90 dias para fazê-lo. Por exemplo: uma pessoa que teria de retirar o Bolsa Família e não faz isso em novembro poderá fazê-lo em dezembro, sacando as duas parcelas.

Processo para pedir o Bolsa Família
Para a solicitação do Bolsa Família, é obrigatório que a renda per capita fique de R$ 85,00 até R$ 170,00. É preciso ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e levar os documentos de todos os que moram na mesma casa. O Ministério do Desenvolvimento Social precisa de certidão de casamento ou nascimento, documento de identidade, comprovante de renda, título de eleitor e CPF.

Não é preciso que a pessoa leve cópias dos documentos. Porém, é necessário que a documentação seja de todos: se a família tem quatro membros e os quatro têm título de eleitor, por exemplo, é preciso levar os quatro.

Alguns municípios não têm o CRAS, mas os seus cidadãos não ficam sem o Bolsa Família por isso: a Prefeitura assume essas solicitações. Ambos os órgãos demoram até 90 dias para comunicar a aprovação do benefício.

E se o Bolsa Família é cancelado?
Caso os beneficiários descubram que o seu Bolsa Família foi cancelado, eles têm de comparecer ao CRAS para informar-se da razão. Dentre as mais vistas estão a falta de acompanhamento médico (como o programa determina) e as faltas escolares excessivas.

Se socorrer o cancelamento, é necessário fazer uma carta para o Ministério do Desenvolvimento Social requisitando o benefício de novo. Essa carta tem de ser feita de acordo com as instruções do CRAS e, provavelmente, serão pedidos documentos do beneficiado.

A avaliação para que o Bolsa Família seja devolvido é feita em até 30 dias e até rês parcelas podem ser depositadas retroativamente. Porém, isso é menos provável quando o beneficiado espera muito para pedir a reativação.

Esse é um projeto social criado no ano de 1997 com o intuito de dar suporte aqueles que se encontram na extrema pobreza ou pobreza. O Ministério do Desenvolvimento Social é que recebe as solicitações de benefício e autoriza os pagamentos, que chegam aos cidadãos pela Caixa Econômica Federal, seja em suas agências ou nas lotéricas.

Fonte: Meu Bolsa Família

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *