Comentários de Trump sobre desinfetante para coronavírus são ‘perigosos’, dizem médicos

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 24 de abril de 2020 as 11:55, por: CdB

Médicos e especialistas de saúde exortaram as pessoas nesta sexta-feira a não beberem ou injetarem desinfetante depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que os cientistas deveriam investigar a aplicação do agente de limpeza no corpo para curar a covid-19.

Por Redação, com Reuters – de Londres

Médicos e especialistas de saúde exortaram as pessoas nesta sexta-feira a não beberem ou injetarem desinfetante depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que os cientistas deveriam investigar a aplicação do agente de limpeza no corpo para curar a covid-19.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

– Esta é uma das sugestões mais perigosas e idiotas feitas até agora sobre como alguém pode tratar a covid-19 – disse Paul Hunter, professor de medicina da Universidade de East Anglia, no Reino Unido. Ele disse que injetar desinfetantes provavelmente vai matar qualquer um que tentar fazer isso.

– É extremamente irresponsável, porque, infelizmente, existem pessoas em todo o mundo que podem acreditar nesse tipo de bobagem e tentar por si mesmas – disse Hunter à agência inglesa de notícias Reuters..

Na quinta-feira, Trump disse em seu briefing diário à mídia que os cientistas deveriam estudar se inserir luz ou desinfetante nos corpos de pessoas infectadas com o novo coronavírus poderia ajudá-las a ficar livres da doença.

– Existe uma maneira de fazermos algo assim como uma injeção, dentro, ou quase uma limpeza? – disse. “Seria interessante verificar isso.”

Parastou Donyai, diretor de prática farmacêutica e professor de farmácia social e cognitiva da Universidade de Reading, disse que os comentários de Trump foram chocantes e nada científicos.

Ele disse que as pessoas preocupadas com o novo coronavírus e a doença covid-19 que ele causa deveriam procurar ajuda de um médico ou farmacêutico qualificado e “não aceitar comentários infundados e improvisados como conselhos de verdade”.

Robert Reich, professor de políticas públicas da Universidade da Califórnia em Berkeley e ex-secretário do Trabalho dos EUA, acrescentou no Twitter: “Os briefings de Trump estão ameaçando ativamente a saúde do púbico. Não bebam desinfetante.”

Comentários anteriores

Donyai disse que comentários anteriores de Trump já foram associados a pessoas que se automedicaram ou usaram outros produtos de maneiras que os tornam venenosos.

– Já vimos pessoas se envenenando acidentalmente por tomar cloroquina quando suas esperanças foram incentivadas por comentários sem base científica – disse.

A Reckitt Benckiser, que fabrica os desinfetantes domésticos Dettol e Lysol, emitiu um comunicado nesta sexta-feira alertando as pessoas a não ingerirem ou injetarem os produtos.