Como ocorre o transporte de cargas no Brasil?

Arquivado em: Comércio, Indústria
Publicado terça-feira, 31 de agosto de 2021 as 02:17, por: CdB

As rodovias são predominantes, apesar da grande importância das ferrovias e das hidrovias para os meios de transporte no país.

Como ocorre o transporte de carga no Brasil?
Imagem: Pexels

Saber como ocorre o transporte de cargas no Brasil é muito importante. Até porque, como você sabe, esse mecanismo é responsável pela distribuição de tudo que é produzido no país, ou o que chega de fora.

Ou seja, de uma forma clara e direta, sem o transporte de cargas praticamente todos os processos não podem funcionar. O país não consegue se movimentar.

Nesse sentido, se não houvesse escoamento das produções o mercado seria totalmente diferente. Logo, é através do transporte de cargas que indústrias e comércio são alimentados.

O Brasil com suas dimensões continentais o transporte de cargas tem uma grande influência no desenvolvimento da economia.

Por fim, se você quer saber mais sobre como ocorre o transporte aqui no país, e todas as principais novidades desse mercado, acompanhe o artigo.

Como ocorre o transporte de cargas no Brasil

Para conhecer o assunto, você primeiro precisa saber que no Brasil existem diversos meios de transportar cargas, veja a seguir os 5 principais:

  • Transporte aeroviário: Utilizando aeronaves, esse meio de transporte é o mais usado para transportar pequeno volume de cargas de produtos de alto valor agregado e pouco peso. Também quando exigem segurança e emergência de entrega entre destinos distantes em curto prazo de tempo.
  • Transporte aquaviário: Utilizando balsas, barcaças e navegação de cabotagem (porto-a-porto na costa) ou através dos oceanos. Usado para transportar cargas de grande volume e peso, em grandes navios. Fundamental para o comércio internacional.
  • Transporte dutoviário: Utilizando dutos ou tubos, esse é o meio de transportar cargas específicas, como as cargas gasosas ou líquidas entre médias distâncias. Menos conhecido. Exige a construção de infraestrutura fixa. Além disso, costuma ser bastante utilizado no transporte de cargas denominadas como perigosas ou energéticas. Exemplos são gás natural, petróleo e combustíveis.
  • Transporte ferroviário: Utilizando trens, ferrovias, trilhos e estações. Esse é o meio de transporte por linha férrea. Usado para o carregamento de volumes grandes entre maiores distâncias terrestres.
  • Transporte rodoviário: Utilizando caminhões de todos os tamanhos e até pick-ups e vans e automóveis, é o mais utilizado para transporte em âmbito municipal e nacional para transportar mercadorias de pequeno a médio porte. Esse meio de transporte é ideal para distâncias que variam de curtas a médias, para transportar os mais variados tipos de mercadorias. Usado inclusive para transporte de pessoas, municipal, estadual e interestadual.

Como vimos, bem variados são os meios de transporte de cargas. Portanto, consegue acomodar cada característica, como volume, tamanho da carga, tempo de entrega e com certeza os custos envolvidos.

Esse é um setor que vive em constante busca de melhoria, de forma que possa atender o mercado. 

No entanto, com a pandemia do Coronavírus, o comércio sofreu uma antecipação de uma tendência que já mostrava seu rosto, o fim dos estoques. 

A prática de não ter estoques aquece ainda mais o setor de transporte, e para isso inovações são necessárias.

Por fim, no Brasil cerca de 70% do transporte de cargas são feitos por rodovias, isso tem relação direta com nosso contexto histórico.

Atualmente, como ocorre o transporte de cargas no Brasil?

Os mais de 1.700.000 km de estradas no território brasileiro fazem do transporte rodoviário o mais utilizado para escoamento de cargas.

Atualmente o Brasil possui a quarta maior malha rodoviária do mundo, isso faz com que haja uma predominância no transporte de cargas e passageiros.

Nossa história colaborou com a predominância do modal rodoviário.

As primeiras rodovias no Brasil surgiram no século XIX, era a época das grandes plantações de café, nesse início o escoamento era por meio ferroviário ou marítimo.

No entanto, a necessidade de atender lugares que não tinha estrada de ferro e portos, fez surgir um novo modelo de transporte, o rodoviário.

Sendo assim, foi no governo de Getúlio Vargas (1937) que se deu a criação do Departamento Nacional de Estrada de Rodagem (DNER). Além disso, a ampliação da malha rodoviária, depois a evolução industrial ajudou ao crescimento das cargas.                                                                         

Dessa forma, como ocorre o transporte de cargas no Brasil é um reflexo do desenvolvimento de sua história, e do empenho em atender melhor às demandas nacionais. 

Em 2018 o setor sofreu um desgaste, com a greve nacional dos caminhoneiros. Esse fato mostrou a força da categoria, mas revelou uma fragilidade no sistema de transporte. 

O transporte de cargas num país de dimensões continentais sempre terá questões a serem resolvidas.

Veja também: Transportadora de veículos faz sucesso e atende milhares de clientes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code