Conflitos no Iraque deixam 54 mortos

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 1 de dezembro de 2003 as 08:55, por: CdB

Um porta-voz militar americano informou nesta segunda-feira que os combates deste domingo entre o exército americano e a guerrilha iraquiana em Samarra causaram 54 mortos. A fonte não precisou nesse novo balanço se foram combatentes ou civis.

As forças americanas anunciaram que haviam matado no domingo à tarde 46 pessoas que tentavam atacar comboios militares. Esta manhã, entretanto, o diretor do hospital da cidade, Abed Tufic, informou sobre a morte de 8 civis iraquianos e mais de 60 feridos.

Neste domingo, o coronel americano Bill McDonald informou que pelo menos 18 iraquianos ficaram feridos e 8 foram capturados. Conforme o coronel McDonald, as tropas norte-americanas dispararam seus tanques contra os atacantes, que usavam uniformes da milícia dos Fedayeenes, a guarda leal ao ex-presidente Saddam Hussein. “Enviamos uma mensagem clara: quem quer que tente atacar nossos comboios pagará o preço”, afirmou o oficial, acrescentando que este ataque foi o maior já realizado contra as unidades da quarta divisão.

Os dois comboios entravam em Samarra quando foram atacados. Os assaltantes dispararam lança-mísseis antitanques e armas automáticas contra o comboio, a partir dos tetos das casas e de becos. Obuses e bombas de fabricação caseira também foram usadas.