Conselho de Administração do Flamengo veta contratação

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 1 de julho de 2003 as 13:26, por: CdB

O Conselho de Administração do Flamengo, em reunião realizada na noite de segunda-feira, na Gávea, vetou a contratação de mais um jogador pelo clube. O argumento é que a folha salarial do futebol rubro-negro já está em R$ 2 milhões e com isso a contratação do zagueiro Nenê, do Hertha Berlim, da Alemanha, se complica.

O supervisor Paulo Angione tem uma conversa marcada para a tarde desta terça-feira com o zagueiro, mas de acordo com ele, o Flamengo só o contratará se ele for emprestado de graça ao clube. A situação preocupa muito o técnico Nelsinho Baptista, porque ele tem poucas opções na zaga, pois Váldson rescindirá seu contrato com o clube e André Bahia pode ser convocado para a Seleção Brasileira sub-23. Além dos titulares, Nelsinho só conta com o volante Fabiano Eller e o júnior Henrique para a posição.

Outro zagueiro, Fernando continua convivendo com a desconfiança e as vaias da torcida. Mesmo assim, o capitão do Flamengo sempre que Felipe não joga é respeitado no grupo de jogadores e é o que mais fala e orienta os companheiros.

Depois da derrota de 2 x 0 para o Figueirense, na reunião realizada na reapresentação dos jogadores na Gávea, Fernando voltou a demonstrar sua liderança e afirmou que durante esta semana vai tentar levantar o moral dos seus companheiros.

– Quando eu acho que tenho de falar, eu falo mesmo. Não vou expor o conteúdo do que foi conversado, mas a reunião foi proveitosa e acredito que o time vá conseguir um bom resultado contra o Grêmio.

Fernando ainda se mostra revoltado com o pênalti que originou o segundo gol do Figueirense, sábado passado.

– Fiquei revoltado com o que aconteceu. Perder por ter sido inferior ao adversário é uma coisa, como aconteceu na final da Copa do Brasil, mas perder porque alguém tirou algo de você é muito ruim. Mas era para ser assim, estava escrito, e agora vamos seguir em frente.