Coronavírus: Rio chama 1,9 mil profissionais de saúde

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 18 de maio de 2020 as 10:59, por: CdB

A prefeitura do Rio de Janeiro chamou nesta segunda-feira 1,9 mil profissionais de saúde para a linha de frente do tratamento da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro chamou nesta segunda-feira 1,9 mil profissionais de saúde para a linha de frente do tratamento da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. As convocações, que incluem 1.438 médicos, estão publicadas no Diário Oficial do Município e no site da empresa pública RioSaúde.

Convocações estão publicadas no Diário Oficial do Município
Convocações estão publicadas no Diário Oficial do Município

As convocações são para candidatos inscritos no processo seletivo Emergencial, Coronavírus. Os profissionais que tiverem as contratações efetivadas se apresentam nos hospitais em que serão lotados já nos próximos dias.

Até o dia 15 de maio, a RioSaúde já havia efetivado 3.327 contratações para os hospitais Municipal Ronaldo Gazolla, de Campanha no Riocentro, Federal de Bonsucesso e Universitário Clementino Fraga Filho (Fundão/UFRJ). Foram admitidos até agora 755 médicos, segundo a prefeitura.

Os convocados

Além de médicos (clínico, intensivista e intensivista pediátrico), as publicações desta segunda-feira são também para farmacêuticos e técnicos de enfermagem. Os convocados devem comparecer nas datas e locais indicados para apresentar a documentação que comprove a formação, especialização e experiência que informaram no formulário de inscrição online. Se a documentação estiver correta, eles entregam a Carteira de Trabalho para assinatura e preenchimento do contrato e já são orientados a comparecer à unidade em que foram lotados.

As contratações são por tempo determinado, enquanto durar a crise sanitária causada pela pandemia do coronavírus. Os profissionais têm a carteira assinada pelo regime CLT e recebem, além dos salários, todos os benefícios previstos em lei e outros comuns aos funcionários da RioSaúde. O processo seletivo da RioSaúde continua com inscrições abertas para médicos, nos editais 046 e 074/2020, no link http://prefeitura.rio/rio-saude/processo-seletivo/

Niterói e São Gonçalo prorrogam confinamento

As cidades de Niterói e São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, anunciaram na sexta-feira a prorrogação das medidas de confinamento mais rígidas para conter a transmissão do coronavírus. Juntas, elas têm mais de 1,5 milhão de habitantes.

A prefeitura de Niterói fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais na manhã de sexta-feira e anunciou que a prorrogação vai até 20 de maio, com previsão de flexibilização a partir do dia 21.

O município estima que as ações de conscientização e isolamento social evitaram 500 mortes na cidade, que registrava 45 óbitos no balanço de ontem da Secretaria Estadual de Saúde.

Em Niterói, há permissão de deslocamento apenas por força de trabalho, para ida a serviços de saúde, a estabelecimentos autorizados a funcionar e para a compra de alimentos e medicamentos. As pessoas que estiverem nas ruas podem ser abordadas por autoridades e têm que esclarecer o motivo do deslocamento.

A prorrogação do confinamento

Já em São Gonçalo, a prorrogação do confinamento deve chegar a 31 de maio, acompanhando o decreto estadual. A cidade determinou o fechamento de todos os estabelecimentos não essenciais, sendo vedado, ainda, que a população permaneça em vias e locais públicos.

São considerados essenciais farmácias, hipermercados, supermercados, mercados e centros de abastecimento de alimentos, padarias, pet shops, postos de combustíveis, restaurantes e lanchonetes (os dois últimos apenas para entregas em domicílio).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *