Corpo de Maria Esther Bueno é velado no Palácio dos Bandeirantes em SP

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sábado, 9 de junho de 2018 as 12:33, por: CdB

Considerada a maior tenista do país, a paulista tratava de um câncer que se espalhou pelo organismo e agravou seu estado de saúde

Por Redação com ABr – de São Paulo:

Maria Esther Bueno, que morreu aos 78 anos na cidade de São Paulo foi velada neste sábado no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Considerada a maior tenista do país, a paulista tratava de um câncer que se espalhou pelo organismo e agravou seu estado de saúde.

Ex-tenista Maria Esther Bueno

O governador Márcio França emitiu nota de pesar, em que decreta luto oficial de três dias pelo falecimento da tenista. O velório seguiu até as 15h no Palácio e o corpo foi sepultado, no Cemitério da Consolação.

A trajetória da tenista começou aos 14 anos, quando se tornou campeã brasileira. Aos 19 anos; chamou a atenção do mundo ao conquistar o tradicional Torneio de Wimbledon. Venceu sete vezes o torneio de Forest Hills, nos Estados Unidos, e Wimbledon, na Inglaterra.

Wimbledon e U.S. Nationals

Foi a primeira tenista a ganhar os torneios de Wimbledon e U.S. Nationals. Maria Esther foi uma das oito atletas; que venceram três vezes os torneios britânico e americano; além de ser a 12ª tenista mais vitoriosa nas disputas individuais em Grand Slams; com sete títulos individuais e 12 em duplas femininas e duplas mistas.

Com tantas vitórias, ocupou o primeiro lugar no ranking internacional em 1959, 1960, 1964, e 1966.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *