Covid-19 mata 200 mil pessoas na América Latina, metade no Brasil

Arquivado em: América Latina, Brasil, Destaque do Dia, Saúde, Últimas Notícias
Publicado domingo, 2 de agosto de 2020 as 16:21, por: CdB

Os números repercutidos pela agência russa de notícias Sputnik Brasil foram publicados, inicialmente, pela agência inglesa de notícias Reuters, que realizou um levantamento baseado em dados oficiais.

Por Redação, com Sputnik Brasil – de São Paulo

Enquanto o Brasil ruma para os 3 milhões de infectados e 100 mil mortos na pandemia do novo coronavírus, a América Latina não fica atrás. O subcontinente passou de 200 mil mortes por covid-19, na manhã deste domingo, dobrando o número de óbitos ao longo de 38 dias na região.

Manaus foi uma das primeiras cidades a enfrentar explosão no número de mortes
Manaus foi uma das primeiras cidades a enfrentar explosão no número de mortes

Os números repercutidos pela agência russa de notícias Sputnik Brasil foram publicados, inicialmente, pela agência inglesa de notícias Reuters, que realizou um levantamento baseado em dados oficiais. A marca de 100 mil mortes causadas pelo novo coronavírus na região foi alcançada no dia 24 de junho deste ano.

Subcontinente

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, entre os dez países com mais mortes pela covid-19, três estão na América Latina: Brasil, México e Peru. Cerca de 70% de todos os óbitos causados pela doença entre países latino-americanos estão no Brasil e no México.

O Brasil somava, neste domingo, 2.707.877 casos confirmados e 93.563 mortes pelo novo coronavírus enquanto o México tem 434.193 casos e 47.472 óbitos. Mundialmente, Brasil e México são, respectivamente, o 2º e o 3º país com mais mortes causadas pela doença, atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 154.619 mortes pela covid-19.

No mundo todo, o novo coronavírus já contaminou mais de 17,8 milhões de pessoas, matando quase 680 mil pessoas.