CPI da Covid reúne-se com juristas sobre crimes de Bolsonaro

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 17 de setembro de 2021 as 16:27, por: CdB

“O presidente Bolsonaro tem uma prática de ilicitudes que parece ser absolutamente infinita e intensa. A permanência de Bolsonaro na cadeira que ele ocupa tem sido, para nós, trágica e devastadora” disse o jurista Roberto Tardelli, que integra o grupo Prerrogativas, integrado por advogados em defesa da democracia brasileira.

Por Redação – de Brasília

Relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e os demais integrantes da cúpula da Comissão Parlamentar de Inquérito, reuniram-se nesta sexta-feira com grupo Prerrogativas, integrado por juristas que orientam os senadores sobre os crimes de responsabilidade cometidos em série pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante a pandemia. De acordo com o advogado criminalista Roberto Tardelli, o atual governo não tem “compromisso com a legalidade” e está “erodindo” as instituições republicanas.

Renan Calheiros
O senador Renan Calheiros (MDB-AL) busca provas quanto ao envolvimento de Bolsonaro na disseminação da covid-19

— O presidente Bolsonaro tem uma prática de ilicitudes que parece ser absolutamente infinita e intensa. A permanência de Bolsonaro na cadeira que ele ocupa tem sido, para nós, trágica e devastadora — disse Tardelli à agência brasileira de notícias Rede Brasil Atual (RBA).

Para ele, os trabalhos da comissão são decisivos não apenas para definir o destino de um presidente “enlouquecido”, mas também para toda a República.

— Minha impressão é que a CPI da Covid puxou uma pena e veio um galinheiro inteiro. Ninguém imaginava que fôssemos encontrar uma teia de malandragem, desfaçatez, picaretagem baixa, primitiva e primaria, como a que ocorreu dentro do Ministério da Saúde — acrescentou.

Kit covid

De acordo com o advogado, Bolsonaro desafiou todas as normas e controles sanitários durante a pandemia. Estimulou o uso de medicamentos ineficazes contra a covid-19, configurando crime de charlatanismo.

Da mesma forma, agiu para desacreditar as vacinas. As negociações para a compra dos imunizantes foram marcadas pela lentidão e por suspeitas de corrupção. Além da flagrante negligência em relação à crise de oxigênio em Manaus, no início do ano, quando o insumo teve que ser fornecido pela Venezuela.

Já o caso mais recente envolvendo a Prevent Senior, que ocultou mortes em suposta “pesquisa” realizada com a utilização do chamado kit covid, Tardelli classifica como “horripilante”, “pavorosa” e “aterrorizante”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code