Crivella poderá determinar bloqueio parcial de ruas na Zona Oeste

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 6 de maio de 2020 as 12:59, por: CdB

Marcelo Crivella, disse nesta quarta-feira que poderá determinar, a qualquer momento, o bloqueio parcial de vias e do comércio em Bangu, Campo Grande e Santa Cruz, bairros da Zona Oeste que têm registrado índices elevados de concentração de pessoas nas ruas.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse nesta quarta-feira que poderá determinar, a qualquer momento, o bloqueio parcial de vias e do comércio em Bangu, Campo Grande e Santa Cruz, bairros da Zona Oeste que têm registrado índices elevados de concentração de pessoas nas ruas.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella

Crivella reiterou que é fundamental a colaboração das pessoas no combate à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, evitando aglomerações. Ele lembrou que a Zona Oeste está registrando o maior número de casos de doença.

– Agora os problemas estão na Zona Oeste. Lá é onde temos, todo dia, dezenas, às vezes centenas, de ligações para o Disk Aglomeração. Pode acontecer nesta quarta ou quinta-feira. Se não houver uma resposta da população, nós iremos fazer o shutdown (fechamento). Vai ficar uma guarnição da Guarda Municipal dia e noite, de um lado e de outro. Não passa ninguém, não entra ninguém. Infelizmente, se não houver consciência por parte desses comerciantes e de seus clientes, muitos sem máscaras, vamos ter que adotar essa medida antipática, radical, porém necessária neste momento – disse Crivella.

As declarações

O prefeito deu as declarações após receber a doação de 150 mil máscaras não cirúrgicas descartáveis da comunidade chinesa que vive na cidade. Os equipamentos de proteção facial serão distribuídos à população para conter a propagação do novo coronavírus. O uso de máscaras é obrigatório nas ruas e estabelecimentos da capital fluminense.

– O material doado será de grande valia nas ações de enfrentamento da pandemia, auxiliando na proteção de nossos cidadãos. A união da comunidade internacional é de fundamental importância para responder aos desafios econômicos e de saúde trazidos pelo novo coronavírus. Agradecemos o apoio dos chineses – afirmou Crivella, ao lado do cônsul-geral da China, Li Yang, e dos representantes da comunidade chinesa no Rio, Yin Xiancong e Yin Dilei.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *