Croácia vence a Dinamarca nos pênaltis e enfrentará a Rússia

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado domingo, 1 de julho de 2018 as 21:54, por: CdB

O goleiro croata Danijel Subasic defendeu três cobranças da Dinamarca. Já o arqueiro viking Kasper Schmeichel ainda fez mais duas defesas na disputa, o que acabou sendo insuficiente.

 

Por Redação, com Reuters – de Nizhny Novgorod, Rússia

A Croácia venceu a Dinamarca por 3 x 2 na disputa de pênaltis e alcançou as quartas de final da Copa do Mundo neste domingo, depois de um empate em 1 x 1 após o tempo regulamentar e a prorrogação no Estádio Nizhny Novgorod.

O croata Ivan Rakitic cobrou o pênalti e o goleiro dinamarquês Kasper Schmeichel (ao fundo)
O croata Ivan Rakitic cobrou o pênalti e o goleiro dinamarquês Kasper Schmeichel (ao fundo)

O croata Luka Modric teve a chance de mandar seu time para as quartas de final contra a anfitriã Rússia com um pênalti a cinco minutos do final da prorrogação, mas o goleiro dinamarquês Kasper Schmeichel mergulhou para a esquerda para defender o chute.

Os russos

No entanto, o capitão da Croácia corajosamente acertou sua cobrança na disputa de pênaltis, na qual o goleiro Danijel Subasic defendeu três cobranças da Dinamarca. Schmeichel ainda fez duas defesas na disputa, o que acabou sendo insuficiente.

Foi um passe sublime de Modric que colocou Ante Rebic na cara do gol, antes de ser derrubado por Mathias Jorgensen, e ofereceu à Croácia uma chance de ganhar restando pouco tempo para terminar a prorrogação. Mas Schmeichel fez uma defesa inteligente para manter o empate de 1 x 1.

O começo da partida foi eletrizante, com dois gols nos quatro primeiros minutos, o que prometia uma disputa ferrenha para decidir quem enfrentaria a Rússia em Sochi no sábado, depois que os anfitriões venceram a Espanha nos pênaltis neste domingo.

Defesa decidida

A Dinamarca saiu na frente aos 57 segundos, quando Mathias Jorgensen superou o goleiro Danijel Subasic após uma cobrança de lateral de Jonas Knudsen, mas Mario Mandzukic empatou três minutos depois.

O restante do confronto não repetiu o início frenético. Os dinamarqueses neutralizaram com sucesso a ameaça do meio-campo croata que brilhou na fase de grupos do torneio, mas que nas oitavas de final não teve bom desempenho.

Após o intervalo, as chances foram ainda mais escassas, embora a Croácia tenha aumentado um pouco o ritmo no final do tempo regulamentar apenas para encontrar uma defesa decidida da Dinamarca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *