Cruzeiro é rebaixado após derrota para o Palmeiras, no Mineirão

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado domingo, 8 de dezembro de 2019 as 18:33, por: CdB

A raposa recebeu o Palmeiras, no Mineirão, na partidas mais importantes de todos os tempos para o clube mineiro, mas saiu com a camisa manchada por um rebaixamento inédito no Campeonato Brasileiro.

 

Por Redação – de Belo Horizonte

 

Trinta e sete rodadas depois e o Cruzeiro foi rebaixado, pela primeira vez na história do time dirigido pelo senador José Perrela (PSDB-MG), envolvido em um rumoroso escândalo de tráfico de drogas ainda não solucionado. O time não conseguiu um desempenho minimamente satisfatório para que permanecesse na Primeira Divisão do futebol brasileiro.

Torcedor do Cruzeiro é carregado para receber cuidados médicos, após tumulto nas arquibancadas
Torcedor do Cruzeiro é carregado para receber cuidados médicos, após tumulto nas arquibancadas

A raposa recebeu o Palmeiras, no Mineirão, na partidas mais importantes de todos os tempos para o clube mineiro, mas saiu com a camisa manchada por um rebaixamento inédito no Campeonato Brasileiro. Com apenas 36 pontos na tabela, o Cruzeiro estava obrigado a vencer o Palmeiras de qualquer maneira, mesmo dependendo do resultado entre Botafogo e o Ceará, no Estádio Nilton Santos, Zona Norte do Rio.

Com o empate entre o Glorioso e o Vozão cearense, o Cruzeiro estaria rebaixado, de qualquer forma. O rebaixamento, na realidade, apenas completa uma temporada que começou positiva, mas que ganhou contornos trágicos a partir de maio, a começar pelas graves denúncias de corrupção que atingiram diretamente membros importantes da diretoria.

Vandalismo

A turbulência nos bastidores chegou aos vestiários do Cruzeiro, que foi caindo de produção e tornando cada vez maior a chance de uma queda. Os poucos mais de 20 mil torcedores que compareceram ao Mineirão, no final da partida, protagonizaram uma das mais lastimáveis imagens deixadas pelo time.

Balas de borracha e bombas de efeito moral precisaram ser utilizadas pela Polícia Militar, para conter a torcida. Os atos de vandalismo deixaram feridos e dezenas de torcedores foram presos ao final da partida, em Belo Horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *