Culinária tem um caminho sem volta na TV dos tempos atuais

Arquivado em: Coluna da TV, Cultura, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 24 de dezembro de 2019 as 08:13, por: CdB

Numa televisão cada dia menos criativa ou dependente do que vem de fora, a quantidade dos formatos de culinária em cartaz, não causam mais tanto espanto.

Por Flávio Ricco – do Rio de Janeiro

Colaboração – José Carlos Nery

Numa televisão cada dia menos criativa ou dependente do que vem de fora, a quantidade dos formatos de culinária em cartaz, não causam mais tanto espanto. Algo que o público, goela abaixo, viu-se obrigado a engolir ou assimilar. Num determinado momento, especialmente ao longo deste ano, veio a quase certeza que ninguém mais sabia fazer outra coisa.

Ana Paula Padrão, do
Ana Paula Padrão, do “MasterChef”

Pior é que não é um problema só daqui. No mundo inteiro, a televisão entrou com os dois pés na cozinha.

Os diversos conteúdos disponibilizados, além do que podem apresentar como atrativos, entre eles a competição que é sempre estimulante, também oferecem inúmeras vantagens no campo comercial, que são indiscutíveis, a cada dia, mais necessárias.

E, quanto a este aspecto, desde os simples programas de receitas até os formatos de disputa, todos tentam se servir da melhor maneira possível.

Parece um caminho sem volta. MasterChef, já há tanto por aí e com edições a perder de vista na Band, assim como a chegada do Mestre do Sabor, na Globo, curvando-se à necessidade, não indicam nada diferente.

É daí para muito mais.

TV Tudo

Olho em cima

Éramos Seis, em um momento recente, foi criticada pela lentidão na sua narrativa. A demora em fazer as coisas acontecerem.

Ao que parece, no entanto, isso já foi corrigido. O ritmo de agora está bem próximo de ser o ideal.

Novo modelo

De uns tempos para cá, a Globo passou a se valer de bons produtos criados para os seus canais fechados. Lady Night, da Tatá Werneck, foi um desses.

A partir de agora, com a ideia de Uma Só Globo, este caminho terá via dupla. Muita coisa da Globo também poderá seguir, com maior intensidade, para os canais fechados.

De certa forma

No Viva, desde sempre com novelas e programas, isto já acontece, mas há o plano de se fazer o mesmo, e em uma quantidade significativa, também para o GNT e Multishow.

Assim como, para o jornalismo, o sinal verde continuará sempre aberto entre TV Globo e GloboNews.

Ficou a dúvida

Em Liverpool e Flamengo, sábado, sem ou por querer Galvão Bueno usou as expressões “o tempo passa” e “aguenta coração”.

Se foi em homenagem ao Fiori Giglioti, criador das duas, faltaram os créditos e mais algumas, como “crepúsculo de jogo” e “fecham-se as cortinas”.

Confirmado

As gravações do Extreme Makeover, depois de alguns adiamentos, finalmente tiveram seu início confirmado para janeiro.

Programa do GNT. E programa do Otaviano Costa.

Gravando

César Filho, com contrato renovado na Record, vai gravar as “cabeças” da série Aeroporto ainda neste finalzinho de ano.

E, isto, antes de sair 10 dias de férias no comecinho de janeiro.

Recesso

Assim como todos os outros, o programa da Maísa também já teve a sua produção interrompida no SBT neste final de ano.

Férias da companhia. Na volta, em fevereiro, existe a possibilidade de algumas surpresas. O formato deverá receber necessárias modificações.

Suspense

Larissa Manoela já se despediu do SBT.

Depois de quase oito anos de trabalhos na casa, o seu compromisso termina no último dia deste mês. Sobre um possível próximo passo na Globo, ela ainda despista. Diz que não tem nada conversado até agora.

Sentido único

Dentre os assuntos que a direção do SBT pretende colocar à mesa de discussões, no começo deste próximo ano, está a possibilidade de estreitar maiores relações com o mercado da produção independente.

Por aí se entenda, estabelecer parcerias para a realização de novos trabalhos, entre séries dramáticas e realities shows.

Em produção

Na Globo já estão bem acelerados os trabalhos de Nos Tempos do Imperador, de Alessandro Marson e Thereza Falcão, próxima da fila na faixa das 18 h.

Estreia prevista para a última semana de abril.

E o detalhe

Nos Tempos do Imperador terá Selton Mello em seu elenco, como ator especialmente convidado.

Será o seu retorno às novelas, depois de muito tempo dedicado a outros trabalhos, tanto no cinema como em séries para a televisão.

Mudança

A vida de Betina (Isis Valverde) em Amor de Mãe sofrerá uma reviravolta agora que Leila (Arieta Corrêa) acordou do coma de oito anos. Depois que receber alta, já sabendo do romance de seu marido com a enfermeira, Leila vai morar na casa de Lurdes (Regina Casé). Magno (Juliano Cazzarré) não quer mais continuar casado com Leila, mas promete dar toda assistência para a mãe de sua filha.

A vida das duas, morando na mesma casa, não será das mais tranquilas.

Bate – Rebate

·       José Dumont e Roberto Bonfim também tiveram suas participações confirmadas em Nos Tempos do Imperador.

·       Márcio Garcia deve iniciar as gravações do próximo Tamanho Família entre março e abril…

·       … Estreia deverá ser confirmada para a metade do ano.

·       Na Band, trabalha-se com a certeza que a Igreja Internacional da Graça, do pastor R.R. Soares, continuará na sua programação até setembro…

·       … Mas ainda não se assegura a sua saída depois disso…

·       … O que se sabe é que a direção da emissora ainda se mostra bem dividida quanto ao assunto.

·       Dentre as novidades que Gênesis, da Record, terá em seu elenco, está confirmada a escalação de Julianne Trevisol.

·       Existem boas possibilidades de Amaury Junior voltar a exibir o seu programa, diariamente, na Rede TV!…

·       … Este é um assunto que ele e a casa deixaram para discutir no começo deste próximo ano.

C´est fini

Márcio Bonfim, de Recife, está bem cotado no jornalismo da Globo.

Além de aparecer eventualmente na escala do Jornal Nacional, em suas edições de sábado, também será o substituto de Tadeu Schmidt nas suas férias no Fantástico.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!