David Beckham é proibido de dirigir por seis meses por usar telefone ao volante

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 9 de maio de 2019 as 13:40, por: CdB

Beckham, que jogou pelo Manchester United e pelo Real Madrid, admitiu utilizar o celular enquanto dirigia seu Bentley pela região central de Londres em novembro de 2018.

Por Redação, com Reuters – de Londres/Amsterdã/Cidade do México

O ex-capitão da seleção inglesa de futebol David Beckham foi proibido de dirigir por seis meses, nesta quinta-feira, após admitir que usava o telefone celular enquanto conduzia, informou a BBC.

Ex-jogador britânico David Beckham

Beckham, que jogou pelo Manchester United e pelo Real Madrid, admitiu utilizar o celular enquanto dirigia seu Bentley pela região central de Londres em novembro de 2018, segundo a BBC.

O ex-jogador, de 44 anos, foi sentenciado pelo Tribunal de Bromley, acrescentou a emissora.

Famoso por suas cobranças de falta certeiras, ele foi capitão da seleção inglesa em 59 partidas e marcou em três Copas do Mundo antes de se aposentar de jogos internacionais em 2009.

Ele também jogou pelo LA Galaxy, AC Milan e Paris Saint-Germain antes de pendurar as chuteiras em 2013 e, agora, está montando um time em Miami para disputar a Major League Soccer (MLS).

Beckham é casado com Victoria Beckham, ex-Spice Girl que se tornou estilista de luxo.

Tottenham

Lucas Moura marcou nos acréscimos do segundo tempo, completou seu “hat-trick” e selou uma virada sensacional do Tottenham, que bateu o Ajax por 3 a 2 em Amsterdã na quarta-feira e se classificou para a final da Liga dos Campeões por conta dos gols anotados fora de casa.

O Tottenham parecia fadado à eliminação no intervalo, após Matthijs de Ligt marcar de cabeça para o Ajax aos cinco minutos do primeiro tempo e Hakim Ziyech ampliar o placar aos 35, dando aos holandeses controle completo do confronto, depois de terem vencido o jogo de ida por 1 a 0, em Londres, na semana passada.

Entretanto, 24 horas após a milagrosa reação do Liverpool para vencer o Barcelona por 4 a 3 no agregado, foi a vez de o Tottenham produzir seu próprio milagre para chegar pela primeira vez na história à decisão do torneio continental.

O clima de celebração na lotada Johan Cruyff Arena se transformou em tensão total depois de o brasileiro Lucas Moura marcar duas vezes em quatro minutos, logo no início do segundo tempo, e deixar os Spurs a um gol da classificação.

O Ajax parecia ter reagido bem aos gols e controlado a pressão, com Ziyech acertando a trave na sequência, mas no último lance do jogo Lucas Moura superou o goleiro Andre Onana com um chute rasteiro, para destruir os jogadores do Ajax e levar a torcida visitante ao delírio.

Times mexicanos

A volta dos times mexicanos à Copa Libertadores é muito difícil, pelo fato de Conmebol e Concacaf não terem conseguido chegar a um acordo para isso, reconheceu na quarta-feira o presidente da federação local, Yon de Luisa.

O México deixou a Libertadores em 2016, por um problema de calendários entre a Conmebol e as entidades locais.

A Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) adaptou um novo calendário para o torneio a partir de 2017, com a disputa durando todo o ano.

– Infelizmente, é complicado. Independente de a Federação Mexicana de Futebol e a Liga MX terem demonstrado nosso interesse esportivo, a realidade é que enquanto não houver um acordo entre a Conmebol e a Concacaf, não poderemos participar de torneios que não sejam de nossa região”, disse De Luisa em entrevista coletiva.

Os clubes mexicanos jogaram a Libertadores como convidados a partir de 1998, com Cruz Azul, Chivas Guadalajara e Tigres tendo alcançado a final e conquistado o vice-campeonato em 2001, 2010 e 2015, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *