Del Potro enfrentará Bautista Agut na final em Auckland

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 12 de janeiro de 2018 as 14:16, por: CdB

Del Potro, que foi campeão em Auckland em 2009, brilhou nos momentos decisivos e salvou seis dos sete break points conseguidos por Ferrer em uma partida tensa

Por Redação, com Reuters – de Madri:

O tenista argentino Juan Martin del Potro derrotou o espanhol David Ferrer por 6-4 e 6-4 na semifinal do torneio Auckland Classic, nesta sexta-feira, e garantiu vaga na final contra Roberto Bautista Agut, também da Espanha.

O tenista argentino Juan Martin del Potro

Del Potro, que foi campeão em Auckland em 2009, brilhou nos momentos decisivos e salvou seis dos sete break points conseguidos por Ferrer em uma partida tensa, em que dois games do segundo set duraram quase 10 minutos cada.

O potente forehand do argentino foi o fator decisivo para a vitória, alcançada após 1h46 minutos de partida.

– Estou exausto – disse Del Petro em entrevista ainda na quadra. “Jogamos uma grande partida. Acho que o público gostou do jogo. Eu também gostei. Nunca é facil contra David porque ele é um guerreiro e corre muito, eu apenas aproveitei as minhas chances”.

Com a campanha em Auckland, Del Potro entrará no top 10 do ranking mundial pela primeira vez desde agosto de 2010 na semana; que vem, antes de sua estreia no Aberto da Austrália contra o jovem norte-americano Frances Tiafoe.

O argentino sofreu uma série de lesões no pulso desde 2014 e precisou passar por quatro operações. Mas tem demonstrado ultimamente que seu forehand, em especial sua capacidade de conseguir winners na corrida, está totalmente em forma.

Mais cedo, Bautista Agut bateu o holandês RobinHaase em uma partida de quase três horas por 6-7(7), 7-6(3) e 7-6(5).

Serena Williams

A tenista Serena Williams desistiu de disputar o Aberto da Austrália deste ano, dizendo, que, embora esteja perto de recuperar sua forma plena depois de ter sua primeira filha em setembro, ainda não está pronta para defender o título.

A norte-americana de 36 anos estava grávida de oito semanas quando conquistou seu sétimo título em Melbourne no ano passado e seu 23º troféu de Grand Slam; um recorde na era aberta; e depois se afastou pelo resto do ano até dar à luz.

Ela só jogou em público uma vez desde então, perdendo para Jelena Ostapenko; campeã de Roland Garros, em Abu Dhabi na semana passada. Mas ainda tinha esperança de voltar com força no Aberto da Austrália; até admitir seu despreparo uma semana antes do evento.

– Meu treinador e equipe sempre disseram ‘só dispute torneios quando estiver preparada para ir até o fim’. Consigo competir. Mas não quero só competir, quero fazer muito mais do que isso; e para fazê-lo precisarei de um pouco mais de tempo – disse Serena em comunicado.

Em agosto ela falou à revista Vogue sobre seu “plano absurdo” de defender o título. Mas o intervalo transcorrido desde que teve sua filha se mostrou curto demais até para a maior tenista de sua geração.      

Grand Slam

Serena, que só tem um troféu de Grand Slam a menos do que a australiana Margaret Court, dona do recorde mundial, disse estar decepcionada por ter que se ausentar, mas que espera voltar no futuro.

– Depois de competir em Abu Dhabi percebi que, embora esteja super perto, não estou onde pessoalmente quero estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *