Delator confessa suborno para citar Rafael Correa em crime cometido

Arquivado em: América Latina, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 28 de julho de 2018 as 15:20, por: CdB

Delator do caso Balda, Raúl Chicaiza, confessou ter recebido suborno para envolver o ex-presidente do Equador, Rafael Correa, no caso de sequestro de um ex-deputado colombiano.

 

Por Redação, com agências internacionais – de Quito

 

Raúl Chicaiza acusa o ex-ministro do Interior de ter ordenado e dirigido a operação do sequestro de Balda. A informação foi divulgada, na noite passada, pelo analista político, especialista em América Latina, Amauri Chamorro, em sua conta do Twitter.

Rafael Correa governou o Equador durante uma década, de 2007 a 2017

No início do mês uma juíza da Corte Nacional de Justiça do Equador aceitou o pedido da Procuradoria e ordenou a prisão preventiva do ex-presidente Rafael Correa, que depois de deixar o cargo voltou a viver na Bélgica, país de origem de sua esposa.

Caso encerrado

Esta decisão se deu devido à suposta vinculação do líder político, idealizador da Revolução Cidadã, no denominado “Caso Balda”, como é conhecido no Equador o processo judicial pelo sequestro do parlamentar Fernando Balda, ocorrido na Colômbia em agosto de 2012.

A revelação de Chamorro faz cair por terra a acusação contra o ex-presidente e revela a montagem de um cenário para criminalizar mais um destacado líder político da esquerda latino-americana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *