Delator confessa em tribunal que Lava Jato criava ‘história’ contra Lula

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018 as 15:53, por: CdB

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro na última sexta-feira, o delator da Odebrecht, Fernando Migliaccio, disse que foi chamado por procuradores da Lava Jato de Curitiba; para procurar valores em planilhas da empresa.

 

Por Redação – de Curitiba e São Paulo

 

Um delator da Operação Lava Jato, durante interrogatório do advogado Cristiano Zanin Martins, na defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acabou por entregar uma situação em que, claramente, os policiais queriam “fechar a história” contra o líder petista. Segundo Martins, ele “se enrolou e acabou revelando a seletividade do caso”.

Zanin e Moro bateram boca durante o depoimento de testemunhas de defesa do ex-presidente Lula
Zanin foi interrompido por Moro durante depoimento de testemunha

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro na última sexta-feira, o delator da Odebrecht, Fernando Migliaccio, disse que foi chamado por procuradores da Lava Jato de Curitiba; para procurar valores em planilhas da empresa. Qualquer uma, desde que fosse equivalente àquelas que a acusação do Ministério Público diz serem ligados a obras em um sítio em Atibaia.

Interrompido

“Migliaccio foi, segundo suas próprias palavras, ‘fechar a história’ da acusação contra Lula; como ficou gravado no final do vídeo produzido com autorização de Moro.

O juiz chegou a interromper as perguntas de Cristiano Martins ao depoente; após ficar claro que os procuradores tinham pedido a colaboração do delator para criar uma acusação contra o ex-presidente.

Assista ao vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *