Democratas agora se voltam para religiosos e população rural

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 5 de novembro de 2004 as 01:26, por: CdB

A derrota nas eleições de 2 de novembro nos EUA já provocou reações no seio do Partido Democrata. Com o fracasso na disputa presidencial e a ampliação do domínio republicano no Congresso, muitos líderes democratas já defendem uma reforma partidária, com foco também na comunidade religiosa e a população rural, segmentos dominados por eleitores de George W. Bush e que acabaram ignorados pelo partido perdedor, informou o jornal “Washington Post“.

O Partido Democrata e grupos aliados empreenderam um caro e amplamente efetivo esforço para conquistar os votos da população urbana e das minorias, e o mapa da apuração deixou claro o sucesso na empreitada.

Entretanto os republicanos foram mais eficientes em conquistar o coração e a mente dos eleitores brancos afastados dos grandes centros ou nos subúrbios distantes, pessoas para as quais a religião é quase sempre um elemento fundamental.

Assim que reconheceram a derrota nas urnas, os democratas também chegaram a um consenso: a necessidade de ampliar o espectro de seus seguidores e de entender as preocupações das famílias rurais e cristãs, de acordo com Leon E. Panetta, chefe de Gabinete do ex-presidente Bill Clinton.

-Não podemos ignorar o feixe de estados vermelhos (cor dos republicanos) no Sul e no Meio-Oeste. O Partido Democrata se tornou o partido de Michael Moore e de (seu filme) “Fahrenheit 9/11″, e isso não nos ajudou em grandes partes do país- comentou Panetta.