Denúncia contra Salles gera demissão do denunciante, chefe da PF no Amazonas

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 15 de abril de 2021 as 14:44, por: CdB

Responsável pela PF no Amazonas, Saraiva fez críticas ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e assinou o pedido de investigação encaminhado ao Supremo Tribunal Federal.

Por Redação, com agências de notícias – de Brasília

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, decidiu trocar o chefe da superintendência do Amazonas, Alexandre Saraiva. A informação foi revelada pela Folha de S. Paulo.

Chefe da superintendência do Amazonas, Alexandre Saraiva

Responsável pela PF no Amazonas, Saraiva fez críticas ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e assinou o pedido de investigação encaminhado ao Supremo Tribunal Federal.

O principal motivo é a apreensão de madeira no Brasil, que registrou o maior nível da história.

Preservação do Meio Ambiente

Saraiva afirmou recentemente que era a primeira vez em que via um ministro da pasta se posicionar contra a preservação do Meio Ambiente. À Folha, Saraiva disse que na Polícia Federal, Salles não “vai passar a boiada”. A frase foi usada pelo ministro na reunião ministerial.

De acordo com informações reveladas pela Folha, a decisão foi tomada na tarde de quarta-feira, antes de o STF receber o documento em que a Polícia Federal pede a investigação de Ricardo Salles.

O escolhido para substituir o ex-chefe da PF é o delegado Leandro Almada. Ele foi o número 2 da gestão o ex-chefe da PF no Amazonas. Almada comandou o grupo de investigações ambientes na superintendência.