Deputado federal assume crimes em gravação

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sábado, 13 de novembro de 2004 as 16:49, por: CdB

A revista <i>Veja</i> denunciou, na edição desta semana, o deputado federal André Luiz (PMDB-RJ), que aparece em gravações afirmando que ele e seus seguranças assassinaram oito pessoas.

Ele é o mesmo deputado que foi flagrado tentando extorquir R$ 4 milhões do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

A gravação em áudio foi feita pelo bicheiro, que já havia registrado em vídeo o ex-subsecretário de Assuntos Parlamentares da Casa Civil, Waldomiro Diniz, lhe pedindo propina quando era presidente da empresa estadual de loterias do Rio, Loterj

De acordo com a reportagem, a narração do que seriam crimes de morte praticados pelo deputado foi feita pelo próprio André Luiz durante encontros com os emissários de Cachoeira.

Nos três minutos e 43 segundos de gravação espantosa, o deputado narra tiroteios, perseguições, emboscadas, vingança e assassinatos.

André Luiz é ex-segurança do bicheiro Castor de Andrade, um dos mais famosos criminosos do Rio de Janeiro.

A gravação deve ser entregue ao Ministério Público na quarta-feira por advogados de Cachoeira.