Descarrilamento de trem deixa mortos e feridos na Itália

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020 as 12:15, por: CdB

Trem de alta velocidade descarrilou entre Bolonha e Milão. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas. Prefeito manifesta alívio por não haver mais mortes, dizendo que poderia ter ocorrido um “banho de sangue”.

Por Redação, com DW – de Roma

Um trem de alta velocidade que ia de Milão para Bolonha, na Itália, descarrilou na manhã desta quinta-feira, deixando dois mortos, o maquinista e seu assistente. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas, mas nenhuma corre risco de vida.

De acordo com informações iniciais, locomotiva saiu dos trilhos e bateu num vagão de carga
De acordo com informações iniciais, locomotiva saiu dos trilhos e bateu num vagão de carga

O trem deixou Milão às 5h10, horário local, e o desastre ocorreu às 5h35. O veículo, que viajava a 280 quilômetros por hora segundo o jornal italiano Corriere della Sera, descarrilou perto da cidade de Lodi, informou a operadora ferroviária estatal Rete Ferroviaria Italiana (RFI). Todas as viagens de trem de alta velocidade entre Milão e Bolonha foram temporariamente suspensas.

De acordo com informações iniciais divulgadas pela mídia, a locomotiva saiu dos trilhos e atingiu um vagão de carga em uma pista paralela antes de atingir um prédio.

Em imagens de vídeo, o primeiro vagão aparece virado de lado e parece ainda estar preso ao resto do trem. A locomotiva podia ser vista do outro lado de uma ferrovia próxima, a várias dezenas de metros de distância.

Manutenção nos trilhos

A mídia italiana informou que houve trabalhos de manutenção nos trilhos na noite de quarta-feira, mas o prefeito de Lodi, Marcello Cardona, afirmou que ainda é cedo para tirar conclusões sobre o vínculo entre os trabalhos e o desastre.

Cardona expressou seu relativo alívio por não haver mais vítimas fatais, dizendo que “poderia ter havido um banho de sangue”. Ele disse que os serviços de emergência já estavam no local e que investigadores apuram as possíveis causas do desastre.

O último grave acidente de trem da Itália ocorreu em janeiro de 2018, quando três mulheres morreram e cerca de 100 passageiros ficaram feridos em um descarrilamento de um trem lotado, perto de Milão, devido à má manutenção da via.

Gerentes e funcionários da RFI, bem como dois ex-membros da agência nacional de segurança ferroviária foram acusados ​​de homicídio por negligência, além de outros crimes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *