Deschamps diz que tensão de Pogba com a mídia se deve a ‘críticas injustas’

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 24 de setembro de 2018 as 13:18, por: CdB

Pogba desempenhou um papel importante para a França na conquista da Copa do Mundo deste ano na Rússia, mas o jogador de 25 anos foi criticado pela mídia.

Por Redação, com Reuters – de Paris

O técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, acredita que o relacionamento tenso de Paul Pogba com a mídia se deve às “críticas injustas” que ele recebeu e disse que o meio-campista do Manchester United aprendeu a lidar com elas.

Técnico da França, Didier Deschamps, durante entrevista coletiva em Saint-Denis

Pogba desempenhou um papel importante para a França na conquista da Copa do Mundo deste ano na Rússia, mas o jogador de 25 anos foi criticado pela mídia por não exercer sua influência de maneira constante no United em meio a rumores sobre uma desavença com o treinador José Mourinho na temporada passada.

– Conversei com ele sobre seu relacionamento com a mídia e acho que ele foi criticado injustamente no passado. É por isso que tem havido esse clima agressivo e ele tem tido esse relacionamento tenso – disse Deschamps à mídia britânica.

– Mas as críticas são parte do trabalho, e acho que você aprende a aceitá-las à medida que fica mais experiente. Foi isso o que aconteceu com ele, e acho que ele ganhou algum respeito.

Deschamps disse que o mundo exterior tem uma percepção incorreta do jogador, contratado pelo United por um valor recorde.

– O resto do mundo, e certamente a França, tem uma imagem de Pogba que na verdade não reflete quem ele é. Existe a ideia de que ele é um pouco individualista, não é o caso – acrescentou Deschamps, ex-jogador da seleção francesa.

– Ele se uniu a nós pronto para se tornar campeão mundial e levou todo o elenco com ele.

France Football

O prêmio Bola de Ouro feminino será entregue pela primeira vez este ano, com uma lista de 15 indicadas que será divulgada no próximo mês junto com os nomes dos 30 jogadores que competirão pelo prêmio global de futebol, anunciou a revista France Football nesta segunda-feira.

A premiação anual, que acontecerá no dia 8 de dezembro em Paris, é um elemento regular para os homens desde 1956, com o jogador inglês Stanley Matthews ganhando o primeiro troféu.

– É um passo adiante, o futebol feminino está evoluindo e a desigualdade está diminuindo, embora ainda haja espaço para melhora – disse à revista Wendie Renard, zagueira da seleção francesa e do Olympique Lyonnais.

– Sempre quis ver uma mulher ganhando esse prestigiado prêmio – disse a jogadora brasileira Marta.

A Bola de Ouro se associou a Fifa entre 2010 e 2015, quando voltou a ser uma entidade própria.

A Fifa irá homenagear os melhores jogadores do mundo na premiação Melhor do Mundo da Fifa nesta segunda-feira.

A norte-americana Carli Lloyd e a holandesa Lieke Martens ganharam o prêmio de melhor jogadora da Fifa desde 2016.