Detro-RJ autuou 43 veículos nas ‘Ações Acessibilidade’

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 29 de novembro de 2021 as 13:51, por: CdB

O objetivo da ação foi promover a acessibilidade das pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, atendendo às exigências do Ministério Público e do Conselho Estadual para Política de Integração da Pessoa com Deficiência (CEPDE).

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Fiscais do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) aplicaram 43 multas e vistoriaram mais de 300 coletivos durante a ‘Ação Acessibilidade’. Em quatro meses, os agentes percorreram 15 municípios e um total de 17 terminais rodoviários.

Em quatro meses, os agentes percorreram 15 municípios e um total de 17 terminais rodoviários

Os itens verificados foram a plataforma elevatória, sinal sonoro, cinto de segurança e cadeira de transbordo, além de condições gerais dos veículos. As fiscalizações ocorreram nos terminais: do Rio, Roberto Silveira (Campos), Macaé, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Itaperuna, Alexis Novelino (Cabo Frio), Araruama, Roberto Silveira e João Goulart (Niterói), Alcântara (São Gonçalo), Nova Friburgo, Teresópolis, Leonel Brizola (Petrópolis), Volta Redonda e Barra Mansa.

O objetivo da ação foi promover a acessibilidade das pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, atendendo às exigências do Ministério Público e do Conselho Estadual para Política de Integração da Pessoa com Deficiência (CEPDE).

A população pode denunciar irregularidades pelo e-mail ouvidoria@detro.rj.gov.br ou pelo WhatsApp Fale Detro (21) 98596-8545. Além das ações de inteligência, as informações ajudam a nortear as fiscalizações.

Dia D para o público PCD

Para reforçar a importância do atendimento inclusivo, o Detran.RJ vai realizar, na próxima sexta-feira, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, mais uma edição do Dia D, um dia destinado ao atendimento prioritário do público PCD.

Nesta data, o usuário PCD poderá realizar os serviços de identificação civil e habilitação em qualquer unidade do departamento, sem necessidade de agendamento prévio. Já os serviços veiculares serão disponibilizado somente no posto Detran Acessível – PCD, que fica na Avenida Francisco Bicalho (entrada pela Rua Idalina Senra, 35), em São Cristóvão, Zona Norte do Rio.

Também estará disponível para o público PCD, no Dia D, a inscrição para o programa Cidadania Sobre Rodas, que oferece aulas gratuitas de direção para pessoas que necessitam de carro adaptado. Para se inscrever, o candidato deverá comparecer ao Posto Detran Acessível – PCD, das 8h às 16h, ou procurar uma das 13 Ciretrans que receberão as inscrições neste dia (as vagas são limitadas, e a lista dos Ciretrans encontra-se abaixo).

– Após o sucesso das edições anteriores, vamos destinar mais um dia de atendimento prioritário ao público PCD. Além disso, as pessoas com deficiência terão novamente a oportunidade de se inscrever no programa Cidadania Sobre Rodas, que já habilitou, de forma totalmente gratuita, cerca de 2 mil PCDs – destaca o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder.

Haverá, ainda, o curso Oficina Sob Medida, que ensina noções básicas de mecânica e elétrica de automóveis. O curso será ministrado no Posto Detran Acessível – PCD, das 9h às 13h.

– Estamos encerrando  a programação anual do Dia D com a percepção de que o departamento cumpriu, com pioneirismo, seu papel de promover a inclusão e a acessibilidade do público PCD. Além de inaugurarmos, em maio deste ano, o primeiro posto do Brasil exclusivamente voltado para o atendimento a pessoas com deficiência, destinamos três datas para atendê-los com toda a prioridade – ressaltou o presidente da Comissão PCD do Detran.RJ, Alex Pereira.

Documentos necessários para os serviços

A emissão de identidade será gratuita, assim como os serviços de primeira habilitação e renovação da carteira de motorista – sendo que os serviços de habilitação necessitam de abertura de processo administrativo. Os atendimentos serão feitos com a apresentação de laudo médico original, emitido nos últimos seis meses, informando o Código Internacional de Doenças (CID) e a descrição da deficiência.

Os interessados devem verificar no site do Detran (www.detran.rj.gov.br) quais os documentos obrigatórios para fazer cada serviço que desejam. Por exemplo, para tirar a identidade, é necessário apresentar original e cópia da certidão de nascimento ou casamento, dependendo do estado civil do requerente.

Os candidatos ao curso de direção Cidadania Sobre Rodas precisam levar original e cópia da carteira de identidade, original e cópia do CPF, original e cópia do comprovante de residência ou domicílio no Estado do Rio de Janeiro (conta de água, luz ou telefone). Caso não possa apresentar a referida documentação, o candidato deverá preencher a Declaração de Residência fornecida pelo Detran no ato de abertura do processo administrativo. Também é necessário estar com o laudo médico recente, emitido nos últimos seis meses, contendo o tipo e grau da deficiência, além do código da tabela CID-10.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code