Diego Costa se recusa a treinar no Atlético de Madrid

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 18 de abril de 2019 as 14:06, por: CdB

Com o gancho de oito jogos, o Atlético de Madrid não poderá contar com Diego Costa nas seis rodadas que faltam para o fim do Campeonato Espanhol.

Por Redação, com EFE e Reuters  – de Madri/Porto

O atacante Diego Costa, do Atlético de Madri, se recusou a treinar nesta quinta-feira, após ser informado que o clube abriu um procedimento disciplinar por conta dos oito jogos de suspensão que recebeu por insultar o árbitro na derrota por 2 a 0 para o Barcelona no último dia 6, pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol.

O atacante Diego Costa, do Atlético de Madri, se recusou a treinar

O atacante foi ao CT e estava pronto para treinar, mas decidiu não participar das atividades com o grupo de jogadores por ter sido notificado pela diretoria que pode ser punido internamente.

Após ter sido expulso por xingar o juiz, “ainda no campo”, Diego Costa, “agarrou” o árbitro “pelo braço com o objetivo de impedir que mostrasse cartões aos seus companheiros José María Giménez e Diego Godín, respectivamente”, acrescentou o árbitro Jesús Gil Manzano na súmula da partida.

O clube explicou que notificou o atacante na quarta-feira e que sua ausência no treino de hoje não se deve a um problema médico. Além disso, a diretoria informou que não vai se pronunciar sobre o caso até conversar com o jogador.

Com o gancho de oito jogos, o Atlético de Madrid não poderá contar com Diego Costa nas seis rodadas que faltam para o fim do Campeonato Espanhol.

Salah brilha

Mohamed Salah marcou um gol, deu assistência para outro e conduziu o Liverpool a uma vitória por 4 a 1 sobre o Porto, fora de casa, na quarta-feira, em partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, que terminou com o time inglês classificado para a semifinal contra o Barcelona.

Os Reds, que avançaram com facilidade ao marcar 6 a 1 no placar agregado, dominaram o Porto desde o início, antes mesmo de Sadio Mané, em lance com Salah, colocá-los à frente, com o gol sendo confirmado após revisão do árbitro de vídeo (VAR).

O atacante egípcio dobrou a vantagem após o intervalo, e gols de Roberto Firmino e Virgil van Dijk já na parte final do jogo decretaram a goleada.

O Porto chegou a reduzir o placar brevemente com um gol de Éder Militão, mas, tendo perdido o jogo de ida por 2 a 0 em Anfield, nunca pareceu em posição para reverter o resultado.

O Barcelona havia se classificado na terça-feira, ao bater o Manchester United por 3 a 0 no confronto de volta, completando uma vitória por 4 a 0 no agregado.

Ajax

O Ajax produziu uma exibição fascinante de futebol criativo para vencer a Juventus por 2 a 1 fora de casa na terça-feira e acabar com o sonho da equipe italiana de vencer a Liga dos Campeões da Europa.

O capitão de 19 anos de idade do Ajax, Matthijs de Ligt, deu a vitória em cabeçada após cobrança de escanteio aos 22 minutos do segundo tempo da partida de volta das quartas de final, decretando uma vitória por 3 a 2 no agregado para os holandeses, que avançaram às semifinais pela primeira vez desde 1996/97.

Cristiano Ronaldo, que venceu as últimas três edições do torneio pelo Real Madrid e buscava seu quarto título consecutivo, colocou a Juventus à frente aos 28 minutos da etapa inicial, em cabeçada ao seu estilo, anotando seu sexto gol na competição.

Seis minutos depois, porém, Donny van de Beek igualou o marcador, antes de os visitantes dominarem a Juve no segundo tempo com ataques envolventes e eliminarem mais um favorito da Liga dos Campeões, após terem batido o Real Madrid na fase anterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *