Difícil prever favoritos para a Liga dos Campeões, diz Rivaldo

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 7 de agosto de 2020 as 12:56, por: CdB

Os últimos estágios da Liga dos Campeões desta temporada, disputados como um mini-torneio em Lisboa, podem trazer algumas surpresas, de acordo com o brasileiro Rivaldo.

Por Redação, com Reuters – de Lisboa

Os últimos estágios da Liga dos Campeões desta temporada, disputados como um mini-torneio em Lisboa, podem trazer algumas surpresas, de acordo com o brasileiro Rivaldo.

Liverpool marca contra Atlético de Madri em partida pela Liga dos Campeões
Liverpool marca contra Atlético de Madri em partida pela Liga dos Campeões

A principal competição de clubes da Europa foi paralisada em março pela pandemia de covid-19, mas os jogos recomeçam nesta sexta-feira, com confrontos de volta das oitavas de final.

As quartas de final, que serão decididas em jogo único, começarão em Lisboa na próxima quarta-feira, quando o Atalanta encara o Paris Saint-Germain. Leipzig e Atlético de Madri se enfrentam no dia seguinte, com os outros dois jogos na próxima sexta e sábado.

“Como sabemos, a Liga dos Campeões é uma competição muito dura, na qual normalmente não podemos determinar quem são os favoritos devido às altas qualidades de cada time”, disse Rivaldo, embaixador da casa de apostas britânica Betfair.

As condições especiais

– Então, se adicionarmos as condições especiais desta temporada, torna-se ainda mais difícil.

– As equipes chegam às partidas com diferentes níveis de competitividade, partidas sem torcedores nas arquibancadas, partidas únicas nas quartas de final, tudo isso contribui para me impedir de ver quem são os favoritos.

Sevilla e Bayer Leverkusen

O pentacampeão Sevilla venceu a Roma por 2 a 0 com gols de Sergio Reguilon e Youssef En-Nesyri, em vitória que garantiu o clube espanhol nas quartas de final da Liga Europa, na quinta-feira.

A vitória do Sevilla, em um confronto que foi reduzido a uma partida única disputada em Duisberg, na Alemanha, após o cancelamento da partida de ida no início da pandemia de coronavírus, garante um encontro com a equipe inglesa Wolverhampton Wanderers na próxima terça-feira.

A equipe treinada pelo ex-técnico da seleção espanhola Julen Lopetegui abriu o marcador após Reguilon passar por Bruno Perez e marcar com um chute que passou por debaixo das pernas do goleiro Pau Lopez.

A Roma, que vinha de sete vitórias em seus últimos oito jogos no Campeonato Italiano parecia estar voltando ao jogo, até que Lucas Ocampos foi lançado pela direita e cruzou para o chute de En-Nesyri, que finalizou e ampliou para o Sevilla.

As quartas de final da competição serão disputadas em um mini-torneio realizado em quatro cidades alemãs, com a final no dia 21 de agosto em Colônia.

O Wolverhampton garantiu a classificação com vitória por 1 a 0 sobre o Olympiakos com um pênalti cobrado por Raul Jimenez. Os ingleses avançaram com placar agregado de 2 a 1, já que a primeira partida havia sido disputada antes da pandemia.

O Bayer Leverkusen também avançou batendo o Rangers por 1 a 0, em casa, para completar uma vitória por 4 a 1 no placar agregado, carimbando a vaga no próximo jogo, que será contra o Milan na segunda-feira.