Diminuiu o otimismo empresarial japonesa entre abril e junho

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 5 de junho de 2003 as 04:13, por: CdB

O governo do Japão informou nesta quinta-feira que o otimismo empresarial japonês piorou entre abril e junho em relação ao trimestre anterior devido ao enfraquecimento da economia mundial e a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars, pela sigla em inglês).

Segundo uma enquete realizada pelo ministério das Finanças, o índice de confiança corporativa (BCI, por sua sigla em inglês) para empresas com um capital superior a 1 bilhão de ienes (8,4 milhões de dólares) desceu ao nível de -10,3 no trimestre, com relação ao -7,4 do período anterior.

Mas a mesma enquete mostrou que as perspectivas são otimistas para o futuro próximo já que se espera uma alta do índice a 4,1 entre julho e setembro, para alcançar o nível zero no seguinte trimestre, disse o ministério.

O BSI é calculado ao subtrair a porcentagem das empresas que anunciam uma deterioração em sua confiança no futuro daquelas que mostram uma tendência oposta.

O índice para as principais fábricas piorou a -6 entre abril e junho em relação ao -1,9 do período anterior, enquanto que aquele das principais não-manufatureiras desceu a -14,1 contra -10,7 do trimestre anterior.

O ministério atribuiu o maior pessimismo ao enfraquecimento das economias estrangeiras, ao impacto negativo da Sars e às perdas na bolsa de valores de Tóquio.

O índice para as empresas capitalizadas entre 100 milhões e 1 bilhão de ienes (de 840.000 dólares a 8,4 milhões de dólares) caiu para 18 entre essas datas em relação ao 14 do trimestre anterior.

Por sua parte, o índice para empresas menores atingiu o nível de 37 contra o 33,1 anterior.

A enquete foi realizada em maio em 10.591 empresas, das quais 79,7 por cento responderam.