Djokovic comemora volta ao topo do ranking com vitória em Paris

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 1 de novembro de 2018 as 13:30, por: CdB

Djokovic ampliou sua sequência invicta para 20 partidas e igualou um recorde pessoal de 29 sets vencidos consecutivos, mantendo a grande forma que lhe permitiu sair do 22o lugar e reconquistar a liderança da modalidade.

Por Redação, com Reuters – de Paris

O tenista Novak Djokovic comemorou sua volta ao topo do ranking mundial com uma vitória tranquila nas oitavas de final do Masters 1000 de Paris, nesta quinta-feira, depois que Damir Dzumhur foi forçado a desistir no segundo set por culpa de uma lesão.

Novak Djokovic em partida do Masters de Paris

O sérvio, que soube na quarta-feira que voltará a ser o primeiro do mundo na semana que vem por conta da desistência de Rafael Nadal no torneio francês também devido a uma lesão, liderava em 6-1 e 2-1 quando o bósnio sucumbiu a um problema nas costas surgido no primeiro set.

Djokovic ampliou sua sequência invicta para 20 partidas e igualou um recorde pessoal de 29 sets vencidos consecutivos, mantendo a grande forma que lhe permitiu sair do 22o lugar e reconquistar a liderança da modalidade.

Dzumhur, comprometido e corajoso na quadra central de Bercy, sofreu uma torção na parte inferior das costas quando perdia o set inicial por 4-1.

Visivelmente com dor, ele enfrentou um sexto game de 11 minutos no qual teve seu serviço quebrado pela segunda vez. Ele ainda continuou depois de ser atendido por um fisioterapeuta durante um intervalo e tomar analgésicos, mas era tarde demais.

Djokovic, parecendo muito mais afiado do que em seu jogo de estreia contra João Sousa, levou o set em 39 minutos, e assim que conseguiu uma quebra inevitável em 2-1 consolou o adversário, que lhe disse junto à rede que não estava em condição de continuar.

Almejando igualar mais um recorde vencendo seu 33o torneio Masters e em busca de um novo recorde com um quinto título em Paris, Djokovic terá um teste muito mais duro nas quartas de final enfrentando Marin Cilic, que mais cedo mostrou estar em ótima forma derrotando Grigor Dimitrov em 7-6(5) e 6-4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *