Documentário denuncia parcialidades do ex-juiz Sérgio Moro

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 10 de dezembro de 2020 as 15:01, por: CdB

Em 21 minutos de filme, diversas provas da intenção de Moro ao conduzir os processos são demonstradas por meio de recortes de jornais e provas apresentadas ao Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito do processo que investiga a suspeição do ex-juiz.

Por Redação, com ACS – de São Paulo

O curta-documentário Moro: Mais que Suspeito, produzido pela Campanha Lula Livre, foi lançado nesta quinta-feira com cenas, entrevistas e documentos da Justiça que expõem a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro.

Sergio Moro disse que a decisão deve ser respeitada mas ressaltou que os parlamentares podem agir sobre a questão
Sergio Moro tem sido apontado como suspeito em um pesado processo de lawfare, no campo jurídico internacional

Em 21 minutos de filme, diversas provas da intenção de Moro ao conduzir os processos são demonstradas por meio de recortes de jornais e provas apresentadas ao Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito do processo que investiga a suspeição do ex-juiz.

A história é contada também com animações gráficas, amarrando os acontecimentos em uma sequência cronológica. Os apresentadores fazem a leitura de cada movimentação feita por Moro e pela Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula Livre

O documentário é apresentado por Julianna Gerais e Tadeu di Pietro. A atriz é conhecida, entre outros trabalhos, por sua atuação na série Todxs Nós, da HBO. Tadeu é diretor e ator com participação em diversas novelas transmitidas em rede nacional.

O curta estará disponível em diversas plataformas pela internet, tendo como principal canal o Facebook do Comitê Lula Livre, do Instituto Lula, Grupo Prerrogativas, ABJD e diversas páginas parceiras.

Serviço

Lançamento do curta-documentário Moro: Mais que suspeito

Data: 10 de dezembro

Horário: 19h

Perfil da transmissão: Grupo Prerrogativas, ABJD, Comitê Nacional Lula Livre, Instituto Lula e Lula Oficial