Dois jovens negros são assassinados a tiros por policial no Estado da Flórida

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 22 de novembro de 2020 as 17:44, por: CdB

Os tiros foram disparados após o motorista do carro se negar a parar. Na sexta-feira, a porta-voz do Departamento de Polícia, Jessica Cary, recusou-se a discutir detalhes, citando a necessidade de proteger a integridade da investigação.

Por Redação, com agências internacionais – de Cocoa, FL-EUA

Policial da Flórida atirou oito vezes e matou dois adolescentes negros, Angelo Rooms, 16, e Sincere Pierce, 18, ambos de Cocoa, no último dia 13 de novembro. As imagens do crime, no entanto, foram divulgadas somente neste domingo, no bojo de uma investigação do Departamento de Justiça daquele Estado norte-americano.

Familiares dos adolescentes Angelo Crooms, 16, e Sincere Pierce, 18, ambos de Cocoa, choram seus mortos
Familiares dos adolescentes Angelo Rooms, 16, e Sincere Pierce, 18, ambos de Cocoa, choram seus mortos

Os tiros foram disparados após o motorista do carro se negar a parar. Na sexta-feira, a porta-voz do Departamento de Polícia, Jessica Cary, recusou-se a discutir detalhes, citando a necessidade de proteger a integridade da investigação. O Gabinete do Xerife do Condado de Brevard, no entanto, divulgou um vídeo da ação policial.

Era cerca de 10h30 quando os policiais Jafet Santiago-Miranda e Carson Hendren acompanhavam o que imaginaram ser um possível carro roubado que “havia fugido de outro policial na área de Cocoa”, escreveu o xerife Wayne Ivey do condado de Brevard em uma postagem do Facebook.

O vídeo mostra policiais em duas viaturas seguindo o carro enquanto ele entrava em uma garagem de uma casa em um bairro residencial em Cocoa, que fica a cerca de 72 quilômetros a leste de Orlando. Não fica claro há quanto tempo os policiais estavam seguindo o carro.

Oito tiros

Os policiais saíram de seus carros “na tentativa de fazer contato com os ocupantes”, disse o xerife Ivey.

Em relatório interno, a polícia afirma que Crooms dirigiu contra o policial Santiago-Miranda, que disparou sua arma “na tentativa de se defender do carro que iria bater nele”. No vídeo, dá para ouvir ao menos oito tiros atingindo o carro.

Santiago-Miranda foi o único policial que abriu fogo contra o carro, afirmou Tod Goodyear, porta-voz do gabinete do xerife.

‘Apavorados’

Segundo a polícia, Rooms e Pierce foram levados para o hospital, onde foram declarados mortos. Um terceiro ocupante do carro, que não foi identificado, saiu ileso, foi interrogado e posteriormente foi solto, disse Goodyear. A polícia afirmou que duas armas de fogo foram encontradas no carro com os garotos, mas a informação ainda é duvidosa.

Benjamin Crump, advogado das famílias dos adolescentes, disse no Twitter que os garotos estavam “apavorados” e tentaram contornar os policiais.

“Fora de perigo, o policial se aproximou para conseguir um ângulo melhor” e atirou com a “intenção de matar” e “depois continuou atirando enquanto o carro passava”, disse o advogado, na ação judicial.

Passeata

Natalie A. Jackson, advogada da tia-avó e tutora legal de Pierce, Cynthia Green, disse que o carro em que os adolescentes estavam pertencia à namorada de Crooms e não era roubado.

Os policias responsáveis pela ação foram colocados em licença administrativa remunerada durante a investigação.

Na semana passada, dezenas de moradores de Cocoa fizeram uma passeata e vigília pelos adolescentes. As pessoas carregavam cartazes e bandeiras com a frase: “Vidas negras importam”.

Assista ao vídeo: