Donald Trump diz que cancelou ataque dos EUA ao Irã por possíveis vítimas

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 21 de junho de 2019 as 12:22, por: CdB

As tensões em escalada emergiram após o Teerã, na quinta-feira, informar que havia derrubado um drone militar dos EUA com um míssil terra-ar após uma série de ataques a petroleiros na região do Golfo.

Por Redação, com Reuters – de Washington

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que cancelou um ataque militar contra o Irã porque seria uma resposta desproporcional à derrubada de um drone de vigilância dos EUA, acrescentando que mais sanções foram impostas contra a República Islâmica.

As tensões em escalada emergiram após o Teerã, na quinta-feira, informar que havia derrubado um drone militar dos EUA com um míssil terra-ar após uma série de ataques a petroleiros na região do Golfo.

– Estávamos armados e carregados para retaliar ontem à noite em três locais diferentes quando eu perguntei quantos vão morrer – escreveu Trump em uma série de tuítes pela manhã. “Cento e cinquenta pessoas, senhor, foi a resposta de um general”.

– Dez minutos antes do ataque, eu o cancelei, não é proporcional a derrubar um drone anônimo. Não tenho pressa alguma – acrescentou

Trump disse que sanções norte-americanas sobre o Irã estavam surtindo um efeito e, sem fornecer mais detalhes, afirmou que novas penalizações foram impostas na noite de quinta-feira.

Autoridades iranianas

Autoridades iranianas disseram à agência inglesa de notícias Reuters nesta sexta-feira que Teerã recebeu uma mensagem de Trump, alertando que um ataque dos EUA ao Irã era iminente, embora ele fosse contra uma guerra e quisesse dialogar.

Os tuítes de Trump não indicaram se ele havia enviado a mensagem para líderes do Irã, mas repetiram seus ataques ao acordo assegurado por seu antecessor democrata, Barack Obama. O presidente em exercício também reiterou seu parecer de que o país do Oriente Médio não teria a permissão para obter armas nucleares.

As tensões em escalada emergiram após o Teerã, na quinta-feira, informar que havia derrubado um drone militar dos EUA com um míssil terra-ar após uma série de ataques a petroleiros na região do Golfo.

Conselho de Segurança da ONU

Os Estados Unidos pediram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que o órgão faça uma reunião a portas fechadas na próxima segunda-feira para tratar sobre o Irã, disseram diplomatas.

“Informaremos o conselho sobre os mais recentes desdobramentos com relação ao Irã e apresentaremos informações adicionais da nossa investigação sobre os recentes incidentes com navios-tanques”, disse a missão dos EUA na ONU em nota a colegas do conselho vista pela Reuters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *