Donald Trump está disposto a conversar com o Irã, diz autoridade dos EUA

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 24 de junho de 2019 as 11:18, por: CdB

O representante especial dos Estados Unidos para o Irã, Brian Hook, disse a repórteres que o Irã poderia “chegar à mesa ou assistir à desintegração da economia”.

Por Redação, com Reuters – de Washington

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está disposto a conversar com o Irã sobre um acordo para suspender as sanções norte-americanas, mas Teerã precisaria conter seus programas nuclear e de mísseis, bem como seu apoio a aliados em outros países, disse nesta segunda-feira uma autoridade norte-americana.

Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca

O representante especial dos Estados Unidos para o Irã, Brian Hook, disse a repórteres que o Irã poderia “chegar à mesa ou assistir à desintegração da economia”, mas se recusou a dar mais detalhes sobre as novas sanções norte-americanas esperadas para esta segunda-feira.

Hook estava falando por telefone de Omã, onde está em viagem por países do Golfo antes de ir para Paris.

ONU

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou no domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.

– O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo – disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter dito que imporá novas sanções ao Irã.

– É absolutamente essencial evitar qualquer forma de escalada – acrescentou Guterres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *